sábado, 27 de outubro de 2018

Adianta?


quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Bolsonaro faz campanha com dinheiro sujo, segundo Haddad

O candidato do PT à presidência do Brasil, Fernadno Haddad afirmou em seu perfil no Twitter nesta manhã de quinta-feira (18) que seu adversário político faz campanha com uso de dinheiro sujo.

Afirma Haddad que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, "faz a campanha mais rica do país com dinheiro sujo".

Algumas de minhas reflexões nessas eleições de 2018


O ódio está sendo destilado por todos os póros... Não sabem ou não têm noção do que estão produzindo?

***

Se teu voto vai interferir na minha vida e na vida daqueles que amo eu tenho a obrigação moral de te questionar.

***

Queria poder ter meu tempo de volta. Como isso não é possível, contigo não perco mais tempo.

***

Ele ganha, você perde.
Você perde, nós perdemos.
Nós perdemos, o Brasil perde.

***

Quero um país onde caibam todos. Que seja justo e solidário.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Fake News no Facebook

Já denunciei no próprio Facebook várias notícias falsas que por lá são, de forma irresponsável, publicadas a todo o momento.

As notícias falsas possuem um claro objetivo de levar ao público em geral, geralmente os mais desavisados, um ambiente de pânico, de pavor social. Não raras vezes essas notícias falsas conseguem alcançar seus objetivos, afinal, a propagação de notícias falsas é inquestionavelmente maior do que a capacidade da propagação de sua correção.

Neste monento eleitoral as Fake News são potencialmente mais letais para a população, pois o resultado no horizonte próximo é a possível ascenção de um modelo governamental baseado a diminuição de direitos trabalhistas e no possível retrocesso em relação às conquistas democráticas.

Quem propaga notícias falsas, mesmo que de forma não intencional, faz um desserviço à democracia brasileira. Aqueles que as propagam de forma intencional, diz a lei, comentem um crime.

Sobre as denúncias realizadas dentro do próprio sistema do Facebook, de todas as denúncias por mim realizadas não obtive nenhuma resposta. O compartilhamento é eficiente, mas o sistema de controle de Fake News, ao usuário comum, parece não existir.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Não haverá debate. Saiba o verdadeiro motivo

O que é um debate? É fácil compreender que debate é um momento de exposição e troca de ideias em defesa ou contra um assunto. Os debates são especialmente importantes dentro de uma corrida a cargo público pois, ele se caracteriza por promover uma discussão organizada sobre determinados assuntos em que tomam parte políticos, candidatos a cargos administrativos, apresentada e dirigida por um mediador.

A grande discussão do momento é a presença ou não do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, nos debates promovidos pelos canais de televisão. O candidato do PT (Partido dos Trabalhadores) Fernando Haddad já confirmou presença em todos os debates.

O que não se coloca em discussão é que para que um debate possa ocorrer é preciso que haja debatedores. Agora o mais interessante é que um debatedor, para se colocar nessa condição, deve ser conhecedor do assunto ao qual se pretende debater, discutir. Sendo assim, mesmo que o Jair vá ao debate este não poderá ocorrer pois não se pode debater o que não se conhece e ele já, por inúmeras vezes, declarou que não sabe de economia, de saúde, de educação... enfim, quem responde por ele é o seu "posto Ipiranga".

Mesmo que o Jair vá às emissoras de televisão para o chamado debate presidencial, não vai existir debate algum, já que a proposta é debater o Brasil e não se pode debater o que não se conhece.

DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ? #DEMOCRACIA

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Tempos difíceis

O resultado das eleições para deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente do Brasil revelam uma situação onde parte da população cansada de falsas promessas acabam por se aliar às correntes que acreditam e defendem a truculência como instrumento para resolver os mais variados problemas que sabemos sufocam a sociedade brasileira.

Nesta etapa histórica o posicionamento é fundamental. Saber em que lado da história estar é o mais correto a fazer. Não se trata de defender um lado ou outro. Trata-se de defender a jovem democracia brasileira, a democracia não têm lado ela é aquilo que nos permite escolher lados.

Ainda sob efeito dos resultados das urnas, expresso minha preocupação com a manutenção de um Estado laico, democrático e justo para todos.