Pular para o conteúdo principal

Secretaria de Educação de Florianópolis dará aulas de português para haitianos

Haitianos que moram na capital catarinense receberão aulas gratuitas para aprender a língua portuguesa e concluir o ensino fundamental. A ação é parte do projeto “Cidadão do Mundo”, realizado pela parceria entre a Secretaria de Educação de Florianópolis, por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA), da Fundação Vidal Ramos e da associação de haitianos em Florianópolis, Kay Pa Nou, Nossa morada. A turma deve ser formada por no mínimo 25 estudantes.

O objetivo do curso é contribuir para a inclusão dos imigrantes na cidade e auxiliá-los no acesso aos serviços públicos. Atualmente, existem cerca de 200 haitianos na região da Grande Florianópolis. Nas aulas serão debatidos os direitos de imigrantes e, nesse contexto, serão desenvolvidas práticas de leitura e escrita. Os encontros serão realizadas das 19 às 22 horas, na Fundação Vidal Ramos, localizada na rua Vitor Konder, 321, Centro. As aulas serão ministradas por um professor da EJA.

O curso tem duração de dois anos, mas a expectativa é de que, tendo em vista o reconhecimento dos estudos anteriores realizados pelos alunos, ainda no Haiti, a maioria seja certificada neste ano. Na próxima quinta-feira, às 19 horas, será realizado encontro na Associação Kay Pa Nou para definir a data do início das aulas.

A demanda para o atendimento dos estudantes haitianos foi apresentada à EJA em 2014. No segundo semestre, o atendimento começou a ser realizado com uma turma no núcleo de EJA sediado na Escola Básica Municipal Almirante Carvalhal, na área continental.

Busca por uma vida melhor

Com 10 milhões de habitantes, o Haiti possui 2.750 km² e é a primeira república negra das américas. Seus idiomas oficiais são o francês e o crioulo. Ex-colônia francesa, em 1º de janeiro de 1804 o país foi o primeiro da América Latina a conquistar sua independência.

O Haiti é o país mais pobre das Américas e o principal motivo da imigração de seus habitantes para outros países é busca por melhores oportunidades de trabalho e estudo. A violência e os estragos causados pelo terremoto que matou 120 mil pessoas em 2010 também estão entre os fatores que os levam a tomar essa decisão.

Fonte: PMF (intertítulo nosso).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…

Prefeito de Florianópolis publica alerta nas redes sociais por causa das chuvas

Fala do prefeito de Florianópolis Gean Loureiro, via redes sociais, sobre a chuva que cai em Florianópolis nas últimas horas.