31 de dez de 2011

Planos para 2012

Este é o último post de 2011. Agora entro em 2012 escrevendo somente reflexões minhas (assim espero). Vou me desobrigar de fazer uma publicação diária, tem gente que ganha para isso (não é meu caso) e no fim o resultado é o mesmo – um monte de notícias repetidas.

Um bom 2012 para quem acessa o site www.santiago.pro.br um fraterno abraço e até mais.

Ah!!! Meus planos para 2012 é não fazer plano algum. Estarei de volta caso não acerte as 6 dezenas da megassena.

Santiago

Para Big Brother disque 19…

minhocas06102011camera

30 de dez de 2011

Aquífero dos Ingleses

Em época de férias e recebimento de turistas a demanda de água aumenta na Ilha de Santa Catarina. É importante rever a matéria sobre o Aquífero dos Ingleses.

Reportagem do Jornal do Almoço - RBSTVSC sobre o Aquífero dos Ingleses em Florianópolis. Esta matéria foi ao ar em três blocos: entre 30 e 31 de março e 01 de abril de 2011.
Aqui publicamos apenas a matéria sobre o aquífero. Não publicamos a fala do prefeito de Florianópolis (que ocorreu em estúdio) sobre o tema.
Para ver a reportagem na ´[integra acesse o link http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=2&contentID=174911&channel=47

28 de dez de 2011

Pé com Pé

Acho uma sacanagem o que fazem comigo todo os finais de ano. Todo mundo só fala em entrar com o pé direito no ano novo e esquecem que isso não pode acontecer de forma isolada, ou seja, para que isso se realize vocês precisam de minha ajuda. O que mais me deixa triste é que quando algo dá errado pela incompetência das pessoas costuma-se dizer que pisou com o pé esquerdo e o pé direito leva todo o crédito pelas coisas boas. Isso não é justo!

Assinado Pé esquerdo.

Portal do Professor

O Portal do Professor é um espaço para troca de experiências entre professores do ensino fundamental e médio. É um ambiente virtual com recursos educacionais que facilitam e dinamizam o trabalho dos professores.
O conteúdo do portal inclui sugestões de aulas de acordo com o currículo de cada disciplina e recursos como vídeos, fotos, mapas, áudio e textos. Nele, o professor poderá preparar a aula, ficará informado sobre os cursos de capacitação oferecidos em municípios e estados e na área federal e sobre a legislação específica.
Fonte: MEC


26 de dez de 2011

Ano Novo, velhos problemas

Com um piso nacional de R$ 1.187,00 e um salário mínimo de R$622,00 os professores brasileiros entram o ano de 2012 ganhando menos que dois salários mínimos.

Feliz Ano Novo Brasil!!!

25 de dez de 2011

24 de dez de 2011

Feliz Natal

Lembro-me quando enviada carta social pagando 0,01 centavo nessa época de final de ano aos amig@s. Era um tempo em que as notícias e os votos de ano novo chegavam pelo correio, um tempo lento... lento o suficiente para digerirmos os acontecimentos do ano que chegava ao fim e para uma tentativa de planejar o ano que iniciava, que no fundo pouco ou nada dava certo. Não tenho saudades de ontem não tenho saudade do tempo que já se foi. A caneta deu lugar para as teclas, o selo foi substituído pelo send (enviar), a carta foi substituída pela mensagem eletrônica. Aparentemente muita coisa mudou, aparentemente, pois o que me move a continuar escrevendo no final de cada ano continua a mesma coisa, ou seja, VOCÊS, meus amigos. Um feliz natal para tod@s amig@s virtuais. Um excelente 2012 para tod@s.

Concurso para o Senado Federal

O Senado divulgou nesta sexta-feira o edital para o novo concurso a ser realizado em 11 de março de 2012.  As inscrições estarão abertas a partir da próxima segunda-feira, dia 26.  Clique no link abaixo para mais informações.

Clique aqui para ver o edital do Concurso para o Senado Federal

22 de dez de 2011

Protógenes entrega a Marco Maia pedido de criação da CPI da Privataria Tucana

marco maiadelegado protógenesO requerimento para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Privataria Tucana foi entregue ontem (21) ao presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), pelo deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP). O objetivo é investigar o processo de privatizações ocorridas no governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC).

O documento foi apresentado com 197 assinaturas de deputados, mas após a conferência pela Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara foram consideradas válidas 185 delas. Para a criação de uma CPI são necessárias no mínimo 172 assinaturas de deputados.

Após receber o requerimento, Marco Maia informou que vai pedir à Secretaria-Geral da Mesa para verificar se há fato determinado para a criação da comissão. Segundo ele, só no inicio do ano que vem é que será possível definir se a CPI será criada.

O deputado Protógenes quer investigar as denúncias apresentadas no livro A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., que aponta um esquema de desvio de recursos públicos no processo de privatização de empresas estatais ocorrido na década de 1990.

Desde o inicio da Legislatura foram apresentados sete requerimentos para criação de CPIs. O do deputado Protógenes é o oitavo. Dois requerimentos foram devolvidos aos autores por não ter fato determinado para ser investigado. Restam seis requerimentos para criação de CPIs para serem analisados. Só podem funcionar simultaneamente cinco comissões, seguindo a ordem de apresentação dos requerimentos.

Fonte: Agência Brasil

Paulo Henrique Amorim entrevista autor do livro A Privataria Tucana

Paulo Henrique Amorim entrevista o jornalista Amaury Ribeiro Jr. que fala sobre as denúncias do livro A Privataria Tucana, que caiu como uma bomba no PSDB. José Serra é personagem principal da obra que revela corrupção nas privatizações de estatais durante o governo FHC.

21 de dez de 2011

Ministério da Educação antecipa resultados do Enem 2011

O Ministério da Educação (MEC) antecipou a divulgação dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previstos inicialmente para o início de janeiro. Os candidatos que participaram das provas aplicadas em outubro podem consultar sua pontuação a partir de hoje (21) no site do exame.

Para acessar os resultados, o estudante precisa informar seu CPF e a senha cadastrada durante o período de inscrição. Caso o participante tenha perdido a senha é possível recuperá-la no sistema. O boletim apresenta o desempenho do candidato nas quatro provas objetivas (linguagens, matemática, ciências humanas e da natureza), além da nota de redação.

FOnte: Agência Brasil

Mercosul aprova aumento da tarifa comum para proteger indústrias locais da concorrência com importados

Os presidentes dos quatro países do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) decidiram aplicar um mecanismo novo para proteger o mercado regional da invasão de produtos de outros países, em um contexto de crise internacional. A partir de agora, cada país do bloco poderá elevar a tarifa de importação de 200 produtos até o limite de 35%. Os aumentos podem vigorar até 2014.

Atualmente, todos os países do Mercosul têm que cobrar a Tarifa Externa Comum (TEC) das importações de terceiros países. Algumas exceções foram abertas para itens mais sensíveis. No caso do Brasil, a lista inclui 100 produtos.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu para elevar as tarifas de mais 100 produtos. Mas a Argentina queria uma lista maior, com 200 itens, que acabou sendo aprovada.

O mecanismo funciona da seguinte forma: cada país apresenta uma proposta dos produtos cuja importação quer dificultar. Os sócios do Mercosul são consultados, e o prazo para resposta é rápido, de poucas semanas. Segundo Guido Mantega, no caso do Brasil, a lista deve incluir bens de capital, têxteis e químicos.

Fonte: Agência Brasil

20 de dez de 2011

Alegria

Rever alguns de meus alunos na saída do cinema foi uma grande alegria. Saber que continuam estudando com rigor e dedicação para conseguir fazer um bom Ensino Médio enche de orgulho qualquer professor.

Parabéns a todos vocês pelo êxito em 2011 e muito sucesso em 2012.

19 de dez de 2011

Chuva na capital mineira já superou em 61% média esperada para dezembro

volume de chuva que atingiu a região metropolitana de Belo Horizonte nos primeiros 18 dias de dezembro já superou em 61% a média esperada para todo o mês, segundo a Coordenadoria de Defesa Civil da cidade. No fim de semana, a forte chuva causou deslizamentos de terra, desabamentos, pontos de alagamentos e agravou ainda mais os prejuízos causados pelo temporal da semana passada. A prefeitura chegou a decretar situação de emergência no sábado (17).

Devido à frente fria que está sobre a Região Sudeste do país, a previsão é que boa parte de Minas Gerais continue enfrentando fortes chuvas durante todo o dia de hoje (19). Uma das principais vias da cidade, a Avenida Cristiano Machado, continua parcialmente interditada após o asfalto ter cedido à força da água.

Ao todo, 19 municípios mineiros já decretaram situação de emergência. Além disso, 42 cidades foram afetadas pelas forte chuva, embora não tenham decretado situação de emergência.

Segundo o último balanço da Defesa Civil estadual, divulgado esta manhã, as chuvas destruíram 38 casas e danificaram mais 1.409 moradias em todo o estado. Até o momento, há 459 pessoas desalojadas, 30 desabrigadas, além de duas mortes e quatro feridos. A Defesa Civil estima que pelo menos 21,5 mil pessoas foram afetadas.

Nas cidades históricas de Mariana e de Ouro Preto, muitas famílias tiveram que abandonar as casas onde moravam. A situação é pior em Mariana, na região central do estado, onde 300 pessoas foram afetadas e o abastecimento de água e de energia elétrica foi cortado.

Originalmente publicado em Agencia Brasil

18 de dez de 2011

O trânsito em Santa Catarina

Circulando por algumas rodovias que cortam o estado de Santa Catarina foi possível flagrar excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido, mudança de faixa sem utilizar os alertas luminosos do carro, enfim, alguém pode imaginar as notícias desta segunda feira?

Bom, só espero que não coloquem a culpa na curva…

15 de dez de 2011

Conselho Universitário aprova o calendário acadêmico de 2012

O Conselho Universitário da UFSC aprovou o Calendário Acadêmico referente às atividades do primeiro e segundo semestres de 2012. O documento também define os períodos letivos dos cursos trimestrais de graduação e pós-graduação.

O semestre letivo começa no dia 5 de março para os cursos semestrais de graduação, pós-graduação e para os cursos trimestrais de pós, com exceção do curso de Engenharia de Materiais, que inicia no dia 6 de fevereiro de 2012.

O Calendário Acadêmico está disponível aqui.

Fonte: Site UFSC

14 de dez de 2011

BU: EMPRÉSTIMO ESPECIAL NAS FÉRIAS

A Biblioteca Central da UFSC (BU) iniciou na segunda-feira, 12 de dezembro, o Sistema de Empréstimo Especial de férias, que vai até 17 de fevereiro de 2012. Os livros emprestados durante esse período podem ser devolvidos no dia 12 de março de 2012.
Para quem emprestou alguma obra antes de 12 de dezembro, basta fazer a renovação pela internet, no site da BU (no link) para devolver também dia 12 de março.
A BU funcionará durante todo o período de férias de acordo com o horário de verão definido para a UFSC: de segunda à quinta-feira, das 13h às 19h, e sextas-feiras, das 7h às 13h.

Sistema de Bibliotecas da UFSC

Fonte: Perfil UFSC Google +

13 de dez de 2011

Ano letivo na Capital encerra dia 21 de dezembro

O reinício das aulas está marcado para 14 de fevereiro de 2012.

foto/divulgação:
O ano letivo de 2011, da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis, encerra-se dia 21 de dezembro para mais de 27 mil alunos.  Os pais que têm filhos em creches e NEIs poderão contar com o programa Colônia de Férias, que tem por objetivo ampliar o tempo de atendimento para crianças que tenham entre quatro meses e seis anos de idade.  O projeto funcionará de 3 a 30 de janeiro de 2012, das 7h30 às 18h30.

Em 2012 as aulas irão reiniciar em 14 de fevereiro.  A partir desta data funcionará o primeiro semestre para alunos de escolas, creches, núcleos de educação infantil (NEIs) e núcleos de educação de jovens e adultos (EJA).

As férias escolares do meio do ano estão fixadas de 14 a 28 de julho e o ano letivo será encerrado no dia 21 de dezembro. A carga horária total será de no mínimo 800 horas, o que implica 200 dias de efetivo trabalho educacional.

No primeiro semestre, haverá a interrupção de expediente nos dias 20 e 21 de fevereiro, devido ao Carnaval. Os estabelecimentos de ensino também estarão em recesso no dia 23 de março, por conta da emancipação política do município. Em abril haverá suspensão de expediente nos dias 5 e 6 (Paixão de Cristo) e em maio, no dia primeiro, Dia do Trabalho.  Nos dia 7 e 8 de junho, as atividades serão suspensas devido ao feriadão de Corpus Christi.

No segundo semestre letivo, que começa no dia 30 de julho, não haverá aulas nos feriados nacionais de 7 de setembro (Independência do Brasil),  12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida), assim como no dia 15 de outubro, devido ao feriado do Dia do Professor. 

No dia 2 de novembro há o feriado de Finados e no dia 15 ocorre a comemoração da Proclamação da República.

Fonte: PMF

12 de dez de 2011

Proposta de divisão do Pará é rejeitada por 66,6% dos eleitores

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou à 0h40 da madrugada de hoje (12) a apuração final do plebiscito sobre a proposta de divisão do estado do Pará. Pelo resultado, 66,6% dos eleitores rejeitaram a criação dos estados de Carajás e do Tapajós, enquanto 33,4% se disseram favoráveis. Houve 1,05% de votos nulos e 0,41% em branco, em um total de 3,6 milhões de votos válidos.

Pelos dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará,  4.848.495 eleitores estavam aptos a votar, mas houve 1.246.646 abstenções, o equivalente a 25,71% do total. Os eleitores compareceram a 14.249 seções espalhadas em todo o estado.

Na votação, o eleitor teve de responder sim ou não a duas perguntas. Na primeira, se era a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós; e na segunda, se era a favor da divisão do Pará para a criação do estado de Carajás.

O presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, disse ontem (11), em Belém, que a realização do plebiscito representou "um momento histórico" e comemorou o fato de a votação ter ocorrido de forma "ordeira e pacífica".

"Realmente é um momento histórico extremamente importante, e isso mostra que a democracia brasileira está amadurecida e consolidada”, disse o ministro. “Novamente o povo brasileiro, notadamente o povo paraense, comparece às urnas de forma absolutamente ordeira e pacífica para manifestar a sua opinião quanto à possível separação do estado.”

Lewandowski lembrou que o gasto com a realização do plebiscito foi inferior ao estimado inicialmente, que era aproximadamente R$ 25 milhões. Segundo ele, as despesas ficaram em torno de R$ 19 milhões, incluindo o uso das Forças Armadas.

Fonte: Agência Brasil

11 de dez de 2011

Eleitores do Pará decidem hoje sobre divisão do estado em três

Cerca de 4,6 milhões de paraenses vão às urnas hoje (11) para decidir sobre a divisão do estado. O plebiscito poderá desmembrar o território do segundo maior estado do país em até três partes: um Pará remanescente e duas novas unidades da Federação, Carajás e o Tapajós.

Se aprovado no plebiscito, o Tapajós, no oeste  do Pará, vai ficar com 59% da área do atual estado, divididas em 27 municípios, com população total de 1,2 milhão de habitantes. O novo estado nasceria com Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 6,4 bilhões.

Tapajós seria o mais “verde” dos estados resultantes da divisão do Pará, com grande parte do território protegida em unidades de conservação e terras indígenas. No entanto, herdaria a polêmica obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, que está sendo construída nos limites do novo estado. Caso a criação do Tapajós seja aprovada, as cidades de Santarém e Altamira são as principais candidatas ao posto de capital.

Já Carajás, no sul do estado, ficaria com 39 municípios, 24% do atual território do Pará e 1,5 milhão de habitantes. Polo de exploração mineral de ferro e cobre, o novo estado teria PIB de R$ 19,6 bilhões. Mas já nasceria com alguns dos piores indicadores sociais do país.

A região de Carajás concentra os maiores índices de violência no campo e registros de trabalho escravo do estado. Provável futura capital do novo estado, Marabá está entre as cinco cidades mais violentas do país e é a campeã de homicídios em municípios com mais de 100 mil habitantes, de acordo com o Mapa da Violência, do Ministério da Justiça.

O Pará remanescente vai ter apenas 17% do tamanho atual, mas ainda concentraria 78 municípios e 4,5 milhões de habitantes. Também teria o maior PIB entre os três estados atingindo R$ 32,5 bilhões.

A divisão do Pará é um pleito antigo de regiões distantes da capital, Belém, áreas com vocação econômica, composição populacional e cultural muito distintas. Para os defensores da criação dos novos estados, a divisão só confirmaria diferenças que já existem. Segundo os separatistas, o atual tamanho do Pará, 1,24 milhão de quilômetros quadrados, dificulta a gestão e limita o desenvolvimento de regiões que estão longe da capital.

Os críticos da separação, concentrados na região metropolitana de Belém, argumentam que a divisão criaria estados deficitários e novos custos para a administração federal. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estimou que Carajás teria déficit de pelo menos R$ 1 bilhão anual; Tapajós, de R$ 864 milhões; e o Pará remanescente, de R$ 850 milhões.

Além de mudar a configuração do mapa do Brasil, caso seja aprovada nas urnas, a divisão do Pará também vai alterar a composição do Congresso Nacional. Para que os parlamentares dos novos estados tenham assentos na Câmara e no Senado, outros estados perderiam vagas. No Senado, por exemplo, a bancada da Região Norte ganharia seis senadores e passaria a ser o triplo da bancada da Região Sul.

Se a separação for aprovada no plebiscito, a criação dos estados ainda passará pelo Congresso e terá que ter a sanção da presidenta Dilma Rousseff. Há pelo menos mais 13 projetos em discussão no Parlamento que propõem consultas para a criação de mais cinco estados e quatro territórios no país.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Pará, 18 mil urnas eletrônicas serão utilizadas para o plebiscito, em 14.281 seções. Cerca de 7 mil homens farão a segurança da votação nos 144 municípios do estado. Tropas federais vão reforçar a segurança do pleito em 16 municípios, entre eles Altamira, Santarém, Marabá, São Félix do Xingu e Anapu. A venda de bebidas alcoólicas está proibida entre as 8h e as 18h de domingo.

Veja como ficarão os três estados se for aprovada a divisão do Pará:

Fonte: Agência Brasil

9 de dez de 2011

Twitter adentro

Estava pensando se no Twitter pudesse haver alguma coisa que valesse a pena ser comentada então me deparei com uma postagem de Carlos Damião (Damiao_ND Carlos Damiao) que disse:

#ElevadoCarlHoepcke A mídia não tem o direito de mudar os nomes dos equipamentos públicos. É induzir o ouvinte/leitor/telespectador a erro.”

Concordo com ele, mas para a mídia é mais fácil colocar apelidos do que apresentar à população quem foi Carl Franz Albert Hoepcke. Agora se colocasse o nome do elevado de elevado Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira (quase) todo mundo iria saber.

“País do futebol” aff!

6 de dez de 2011

Coleta de lixo volta a ser feita pela manhã no Sul da Ilha, a partir da semana que vem

A Comcap informa que, depois de mudança experimental de dois meses, a coleta de lixo comum volta a ser realizada pela manhã no Sul da Ilha.

A partir da semana que vem (12 de dezembro), os roteiros de coleta convencional da Armação, Pântano do Sul e Açores voltam a ser feitos a partir das 7h, às segundas, quartas e sextas. No caso do Morro das Pedras, a mudança atinge da divisa com a Armação do Pântano do Sul até imediações do Morro das Pedras Praia Hotel. A coleta seletiva continua no mesmo dia e horário, quinta-feira, a partir das 8h.

Em parte do Campeche, a coleta convencional, dia 13 de dezembro, volta a ser feita a partir das 7h, às terças, quintas e sábados. A alteração vale para o trecho entre as imediações da Rua Pau de Canela e o Castanheiras. A coleta seletiva no local segue às sextas, a partir das 8h.

A reversão do turno de coleta convencional, explica o presidente da Comcap, Marius Bagnati, se deve ao fato de setores importantes da comunidade não terem aprovado a mudança. Em razão de dificuldades como a de acesso a servidões no período noturno, quando há mais carros estacionados, e de maior tempo de exposição do lixo, que é disposto para coleta pela manhã pela grande parte dos moradores que deixam o bairro em direção ao Centro.

Colabore com a Comcap

  • Respeite os dias e horários de coleta
  • Não estacione veículos na via pública em dias e horários de coleta
  • Não deposite lixo nas calçadas, terrenos ou valas
  • Construa a lixeira de sua residência junto ao alinhamento do muro
  • No caso de estabelecimentos de comércio, serviços e condomínios, adquira contentores
  • Use sacos de lixo transparentes para a coleta seletiva
  • Embale materiais pontiagudos ou cortantes
  • Mantenha cachorros presos.

Fonte: site da PMF

4 de dez de 2011

Gasto de prefeituras por aluno é desigual entre regiões apesar do crescimento do investimento municipal na área

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Entre 2009 e 2010, os gastos municipais com educação cresceram 10,7%, chegando a um investimento total de R$ 80,92 bilhões. Os dados foram divulgados pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e incluem, na conta, repasses da União e dos estados aplicados na área, pelas prefeituras. O aumento dos recursos é consideravelmente superior ao verificado em 2009, quando a crise econômica impactou negativamente na arrecadação fiscal. Naquele ano, os investimentos na área cresceram apenas 2,8%.

Por determinação constitucional, os municípios são obrigados a aplicar pelo menos 25% da arrecadação de impostos e transferências em educação. O aumento nos investimentos, combinado a uma diminuição da população em idade escolar e, consequentemente da matrícula nas redes municipais, fez crescer o gasto médio anual por aluno – que, em 2010, chegou a R$ 3.411,31 ao ano. No ano anterior, esse valor tinha sido R$ 3.005,27, o que significa um crescimento de 13,5%.

Apesar do aumento, há grandes desigualdades regionais nos gastos por matrícula. Um aluno de uma escola pública do Sudeste, por exemplo, recebe o dobro de investimento municipal do que um estudante do Nordeste: R$ 4.722,46 contra R$ 2.309,60, respectivamente. No Norte, o gasto por aluno é R$ 2.381,75 anuais, no Centro-Oeste R$ 3.622,28 e no Sul R$ 4.185,25.

Para Maria do Carmo Lara, prefeita de Betim (MG) e vice-presidente para Assuntos de Educação da FNP, as diferenças salariais dos professores de cada região têm grande impacto nessa conta. Isso porque, em geral, os professores do Sudeste ganham mais do que os do Norte ou Nordeste. “Também tem a questão do investimento em educação de tempo integral. No Sudeste, tem muito mais escolas que já oferecem essa modalidade e o impacto nos investimentos é grande”, explica. A FNP defende uma maior participação da União nos gastos com educação, especialmente nos estados que têm menor arrecadação.

A maior parte dos municípios (42,3%) gasta em média de R$ 3 mil a R$ 5 mil por aluno ao ano. Cerca de 28% investem de R$ 2 mil a R$ 3 mil, 17,6% de R$ 5 mil a R$ 10 mil e 1,4% gastam mais de R$ 10 mil. Uma em cada dez prefeituras investe menos do que R$ 2 mil por aluno anualmente.

A prefeita de Betim avalia que os gastos em educação cresceram não apenas porque há um aumento na arrecadação e, consequentemente, no percentual de recursos aplicados. Para Maria do Carmo, o fato é que as prefeituras estão mais interessadas em investir na área e “vários” municípios já aplicam mais do que os 25% da arrecadação obrigatórios pela Constituição.

“Hoje, você tem as avaliações e o Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, indicador que mede a qualidade do ensino], que ajudam as escolas e os municípios a estarem mais bem colocados em relação a outros. Isso faz com que os municípios se organizem para melhorar a rede. O investimento em formação de professores aumentou muito”, diz Maria do Carmo.

Analisando o total dos investimentos, o levantamento mostra que houve crescimento das despesas com educação em todas as regiões. O Norte e o Nordeste registraram crescimento acima da média nacional em 2010: 15,3% e 11,8%, respectivamente. No Sul, o aumento dos investimentos foi 8%, no Centro-Oeste, 9,6% e no Sudeste, 10,4%. Os municípios da Região Sudeste respondem por um terço das matrículas municipais e por 46,7% do total de recursos aplicados pelas prefeituras em educação. O Nordeste responde por 26,1% dos investimentos, o Sul por 13,5%, o Norte por 7,9% e o Centro-Oeste por 5,8%.

Edição: Lana Cristina

Fonte: originalmente publicada em Agência Brasil

3 de dez de 2011

Peixe na praia

Quem acordou cedo hoje em Florianópolis não imaginava que a chuva fosse dar lugar à bela manhã de sol.

i2o1qo3jjqa81Na praia da Armação (Sul da Ilha) pode-se dizer que “deu praia”, apesar da insistência de algumas nuvens.

 

 

 

ioqwioqw823jjqa81Além de uma água ótima para o banho, com uma temperatura agradável, quem cedo esteve no local pode também acompanhar o movimento dos pescadores da região.

 

 

ioqw3mioqw823jjqa81Barcos na água foi só esperar para que o pescado aparecesse.

 

 

ioqw3ms323jjqa81E ele apareceu. Foram várias caixas de peixe espada. Com almoço garantido chegou a hora da despedida (temporária) da praia da Armação.

 

 

i2oqw483jjqa81

Certamente, com chuva ou não vale muito à pena levantar cedo nesta ilha da magia.

1 de dez de 2011

Roselane Neckel, reitora da Universidade Federal de Santa Catarina para o quadriênio 2012-2016.

A professora Roselane Neckel, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), foi eleita nesta quarta-feira, dia 30, reitora da Universidade Federal de Santa Catarina para o quadriênio 2012-2016. Ela obteve 52,47% dos votos, contra 47,53% do professor Carlos Alberto Justo da Silva, o Paraná, graças ao apoio maciço dos estudantes, que deram mais de 67% dos sufrágios à candidata de oposição à atual administração da UFSC. Roselane, que assume em 10 de maio do próximo ano, após um período de transição entre as duas administrações, terá como vice-reitora a professora Lúcia Helena Martins Pacheco, do Centro Tecnológico (CTC).

A vitória de Roselane Neckel foi garantida pelos alunos, que deram 67,20% dos votos (6.518) à candidata do CFH. Entre os professores, Paraná foi melhor, com 52,69% dos votos, assim como entre os servidores técnico-administrativos, onde o candidato da situação obteve 57,51% dos sufrágios. Dos 13.549 votos totais, houve apenas 228 nulos e 84 brancos.

Roselane Neckel será a primeira mulher a dirigir a UFSC desde a sua criação, em 1960. Até maio de 2012, o reitor Alvaro Toubes Prata e o vice Carlos Alberto Justo da Silva continuarão à frente dos destinos da instituição. Prata esteve na apuração e cumprimentou as integrantes da chapa vencedora.

Fonte: site da UFSC