Pular para o conteúdo principal

A mamata da aposentadoria dos ex-governadores

 

Essa matéria eu replico no meu blog pois concordo com o absurdo que isso representa em nosso cotidiano.

A mamata da aposentadoria dos ex-governadores

Celso Marcondes 20 de janeiro de 2011 às 10:53h

Passagens pelos governos de estados, mesmo brevíssimas, garantem pensões vitalícias para dezenas de famílias ilustres. A OAB leva os casos para o STF

A cada dia aumenta a lista dos ex-governadores que recebem aposentadoria vitalícia. Com benefícios a variar entre R$ 10, 5 mil e R$ 24, 1 mil, a edição de O Estado de S.Paulo desta quinta-feira 20 apresenta uma relação com os nomes de 55 destes notáveis, além das cinco viúvas também agraciadas pelo mimo. A lista é parcial, o jornal destaca.

Já a Folha, que trouxe o assunto à tona na semana passada, informa que do Mato Grosso chegam os casos mais escandalosos: Humberto Bosaipo, ex-deputado pelo DEM, governou o estado por apenas 10 dias, era presidente da Assembleia Legislativa local e substituiu o governador em seu período de férias, o suficiente para lhe garantir como extra a bagatela de R$ 15 mil mensais de aposentadoria. Hoje, pasmem, o ilustre é conselheiro do Tribunal de Contas do estado. Imagina-se os conselhos que dá a seus pares.

O caso dele é idêntico ao de outro deputado do DEM, Moisés Feltrin, ocupante do cargo de governador por 33 dias, entre 1990 e 1991.

Também do Mato Grosso, vem o terceiro caso, o da ex-vice-governadora durante a gestão Blairo Maggi, Irany França. Entre 2003 e 2006, primeiro mandato de Maggi, ela o substituía quando este viajava.

O interessante é que os três casos apurados pela Folha não constam da relação do Estadão. Somados, passamos a ter 58 nomes no listão que não para de crescer.

Os estados a contemplar a regalia e integrantes da lista parcial são nove: Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Pará e Minas Gerais. Mas com certeza ela teria que ser ampliada com nomes do Acre, Santa Catarina, Maranhão, Amapá e Sergipe

Aqui vale uma explicação: todas estas benesses são legais, apesar de, em 2007, o Supremo Tribunal Federal, ao julgar o caso do ex-governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, ter declarado o pagamento inconstitucional. O problema é que leis estaduais continuam a garantir a moleza.

A esperança agora está nas mãos da Ordem dos Advogados do Brasil. Ela vai contestar o STF sobre os benefícios em nove estados. Caso o Supremo julgue o primeiro caso e edite uma súmula vinculante, a decisão seria ampliada para os demais.

Ex-governadores recém saídos de seus cargos já tiveram seus pedidos de “aposentadoria-mais-que-especial-mega-plus”  aprovados: são os casos de Ana Júlia Carepa (PT/PA), Roberto Requião (PMDB/PR) e Yeda Crusius (PSDB/RS).

Da lista parcial do Estadão constam nomes ilustres: os mineiros Aécio Neves, Itamar Franco, Newton Cardoso, Hélio Garcia e Eduardo Azeredo (com R$ 10,5 mil mensais), o paranaense Álvaro Dias, os gaúchos Olívio Dutra e Pedro Simon (R$ 24,1 mil), o pernambucano Marco Maciel (valor não informado), os paraenses Jarbas Passarinho, Jader Barbalho, Simão Jatene e Almir Gabriel (R$ 22 mil). O leitor pode notar, a facilidade não escolhe partidos políticos.

A Folha também divulga outro caso dos mais bizarros: Pedro Pedrossian, hoje com 82 anos, ganha aposentadoria por dois estados, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que até 1977 não eram divididos. A soma das duas dá a bagatela de R$ 40 mil mensais. Ao falar ao jornal, sua esposa disse que os benefícios eram mais que justos, pois seu marido “sempre trabalhou muito”,“nunca tirou férias” e os medicamentos que usa “custam uma fortuna”.

Então tá, explicação dada. Vou contar para minha sogra, ela recebe uma pensão de R$ 1,1 mil e gasta R$ 620 com remédios todo mês.

PS: mal este artigo foi pro ar e o leitor Antonio Neto me alerta: “você esqueceu de Rondônia”. E acrescenta: já gozam de pensão vitalícia os ex-governadores Ivo Cassol (PP), José Bianco (DEM), Valdir Raupp (PMDB), Osvaldo Piana, Jerônimo Santana (PMDB), Angelo Angelim (PMDB) e os familiares de Jorge Teixeira, já falecido.

Extraído de Carta Capital em 20/01/2011
Link
http://www.cartacapital.com.br/politica/a-mamata-da-aposentadoria-dos-ex-governadores

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Como configurar teclado do tablet S3 para acentuar em português

A configuração da capa teclado para o tablet S3 gera muita confusão. Nem mesmo os atendentes da Samsung souberam configurar o produto em loja e o atendimento pelo telefone foi pior, resultado: vamos aprender sozinhos.

Há alguns tutoriais aqui na internet solicitando para instalar um APP que faz uma "gambiarra" onde você precisa digitar certos códigos para conseguir grafar com "ç", "á" "ã" ou qualquer outro acentuação em língua portuguesa do Brasil. Como dira aquelas propagandas tipo "Polishop" (não sei se é assim que se escreve, mas você entendeu), então como dizem os programas deste estilo "esqueçam tudo"!



Vamos direto ao ponto: conecte o teclado físico no seu tablet, entre em configurações depois vá em Gerenciamento geral (onde há idioma e entrada); clique me idioma e entrada e depois clique em teclado físico, posteriormente procure e selecione "Brasileiro". De fábrica o teclado vem selecionado Português, mas isso n…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…