Pular para o conteúdo principal

Quando estou errado


Foto: Pixabay
O que devo fazer quando estou errado? Vejo que as pessoas possuem, pelo menos, duas principais opções a primeira é insistir no erro até conseguir convencer todos (inclusive ela mesma) de que está certa, mesmo que para isso ela tenha que continuar errando e muito. A segunda opção, que eu considero mais sensata é ir pelo caminho, digamos, mais coerente que é assumir o erro pedir as desculpas se necessário e seguir seu caminho procurando não mais cometer o mesmo erro.

As pessoas fazem isso? É claro que não!



Não entendo, mas as pessoas, geralmente, sempre optam pelo caminho mais complicado. É difícil encontrar alguém que, após flagrante erro, assume seu erro e pede desculpas. O que é  mais comum, pelo menos o que é mais comum eu encontrar, são pessoas que insistem no erro e se tornam, inclusive, agressivas para que assim possam convencer o outro, na ausência de argumentos, pela intimidação.

Poderia citar inúmeros exemplo, no trânsito, na fila do banco, durante um voo… exemplos não vão faltar, mas vou citar o mais recente, ocorreu está semana numa biblioteca onde eu estava estudando.


Nesta biblioteca há inúmeros avisos solicitando silêncio dentro das salas de leitura, mas quando são os próprios funcionários que quebram o silêncio conversando, dando risadas altas e atrapalhando o espaço de leitura, algo não está nada bem.

Foi isso que aconteceu hoje numa biblioteca da cidade. Uma sala de leitura, eu em uma mesa e apenas outra mesa ocupada por um outro leitor, na recepção da sala de leitura dois funcionários, um homem e uma mulher, ambos ignorando por completo as normas que a própria instituição a que pertencem instituiu.

E o pior de tudo é que quando fui reclamar dizendo que para aquele ambiente o silêncio era algo necessário e que a conversa estava atrapalhando minha concentração o funcionário ao invés de simplesmente dizer "isso não vai acontecer novamente" ou quem sabe, em nome da urbanidade ele poderia dizer um "me desculpe", mas que nada, o que ele fez foi tentar justificar que estava falando baixo, ou que eu estava numa mesa distante da dela e por isso sua conversa não poderia estar me atrapalhando, ou seja, ele escolheu o caminho mais difícil.

Seria mais fácil dizer que isso (que as conversas) iriam parar e pronto, eu dispenso até os pedidos de desculpa, mas essa foi sua atitude? Não!

É difícil reconhecer o próprio erro. Se ele parou de conversar não sei dizer, saí da sala e fui me refugiar em outro lugar, afinal, preciso continuar com minhas leituras e com meus estudos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

UM PASSO ATRÁS


Tenho poucas certezas na vida e uma delas é que a humanidade não inventou uma máquina do tempo que fosse capaz de voltar no tempo, mas a imaginação sobre as possibilidades de uma invenção já tomou conta de muita gente.

A possibilidade de voltar e realizar coisas de modo diferente... dizer não ao invés de sim, ou dizer sim no lugar do não; abraçar mais uma vez, ou simplesmente observar platonicamente a infância que já não é mais minha.
Uma máquina do tempo só faz sentido porque há o tempo, se o tempo não passasse, e ainda bem que ele passa, o desejo de mudança nunca existiria. Com o tempo vem as conquistas e as frustrações; as alegrias e as tristezas. Com o tempo todos os sentimentos antagônicos vão se revelando como que na expectativa de que é assim que o tempo passa.


Não é possível tomar decisões já tomadas, não posso voltar no tempo e deixar de beber um copo de água que bebi na semana passada, não posso trocar o sabor do sorvete que escolhi no último verão a decisão já foi tomada e…

Como votou seu deputado no processo contra Temer?

Câmara nega autorização para processo contra Temer no Supremo
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por 263 votos a 227 e 2 abstenções, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva (SIP 1/17), seguindo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
"A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar a instauração de processo contra o presidente da República será comunicada ao Supremo Tribunal Federal, no prazo regimental", disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao anunciar o resultado.
No total, 492 dos 513 deputados votaram o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Rodrigo Maia deixou de votar por motivo de impedimento regimental, por estar comandando a sessão.
VEJA AQUI COMO VOTOU SEU DEPUTADO
Esta foi a primeira vez que a Câmara dos Deputados votou uma solicitação para instauração de processo contra um pre…