Pular para o conteúdo principal

QUANTO CUSTAM OS ANÚNCIOS DA PREFEITURA?


Quem abriu a revista “Floripa É”, da rede RIC, comemorativa aos 344 anos da cidade, ou mesmo o Diário Catarinense, pôde observar os anúncios da Prefeitura de Florianópolis. A propaganda, paga com dinheiro público, ainda não cumpriu com a Lei 10199/2017, que prevê que todos os anúncios pagos pela prefeitura deverão conter seu custo em letras visíveis. 

De autoria do Vereador Afrânio Broppé (PSOL), a lei foi aprovada na Câmara municipal em 2016, mas teve muitos impasses para entrar em vigor, uma vez que Gean Loureiro vetou a norma em fevereiro. Neste mês, a câmara de vereadores discutiu novamente e derrubou o veto, mas, mesmo assim, Gean se recusou a sancionar o novo código. A lei foi então promulgada somente na tarde de ontem pelo presidente da Câmara de vereadores, Gui Pereira. A partir de agora, todas as propagandas da prefeitura deverão informar o quanto de dinheiro público foi gasto.

A proposta de Lei surgiu tendo em vista a necessidade de uma maior transparência com o valor que a Prefeitura gasta com propagandas em diferentes veículos de comunicação, assim como em panfletos, outdoores e outras plataformas. Até então, não havia como o contribuinte saber quanto era gasto em cada produto propagandístico da prefeitura.

No orçamento municipal aprovado para o ano de 2017, estima-se que o gasto da Prefeitura, somente em publicidade, será de 6,1 milhões de reais. Com a Lei 10199/2017 é esperado que as contas da Prefeitura com publicidade se tornem mais transparentes, fazendo com que o contribuinte tenha acesso e controle ao modo com que o executivo usa esse dinheiro publico: se de forma favorável ao acesso à informação do cidadão ou apenas para fins meramente propagandísticos.

Texto e Imagens: Facebook Vereador Afrânio Boppré

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…