Situação do Caldeirão no Morro das Pedras

Defesa Civil Municipal alerta para ressaca. Moradores confirmam piora da situação e o risco eminente de queda de postes de luz e inter...

GREVE: A CONTRAPROPOSTA DO EXECUTIVO

Faço aqui a reprodução do comunicado do Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis).

Segue a nota:

COMUNICADO IMPORTANTE: Contraproposta do Executivo e Assembleia na segunda (23/1)
Sintrasem
sábado, Janeiro 21, 2017 - 17:45

No final dessa sexta-feira (20/01) a direção do Sintrasem se reuniu com o comando de greve para juntos analisarem a contraproposta encaminhada pelo Executivo à comissão de negociação neste mesmo dia. Após análise e discussão consideramos a proposta apresentada insuficiente e por isso indicamos sua rejeição pela categoria na Assembleia de segunda-feira (23/01) às 13h30 na Praça Tancredo Neves.

A resposta apresentada pelo Executivo não resolve o problema da mensagem 02/17, PLC 1591/17, que retiram nossos direitos. Não podemos avalizar a retirada de nossos direitos proposta pelo Prefeito Gean Loureiro e os vereadores da base do governo. Temos que manter a posição de retirada dos projetos da CMF. Por nenhum direito a menos!

A categoria está em luta! Vamos confrontar os vereadores submissos ao Prefeito que querem destruir nossa carreira e o serviço público! PELA RETIRADA DO PACOTE DE MALDADES DO PREFEITO GEAN LOUREIRO!
Atenciosamente, Comando de Greve PMF.

(Nas imagens, a proposta recebida do Executivo e analisada pelo comando a ser discutida na Assembleia do dia 23/01 às 13h30 na Praça Tancredo Neves)


Originalmente publicado em http://www.sintrasem.org.br/content/comunicado-importante-contraproposta-do-executivo-e-assembleia-na-segunda-231


Em tempo socializo também um vídeo que o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, publicou em uma rede social com a intenção de explicar a necessidade de suspensão do PCCS (Plano de cargos e carreiras do quadro civil).

Diz o prefeito na legenda do vídeo "Hoje eu inicio uma série de vídeos explicando as medidas que mandamos para a Câmara para reduzir custos e viabilizar as Finanças da Prefeitura. Começo desmentindo alguns boatos e explicando o PCCS".


Você acha que a única alternativa do prefeito é mesmo a suspensão do PCCS? Essa medida irá resolver o imbróglio econômico financeiro em que supostamente a prefeitura de Florianópolis se encontra? Deixe sua opinião nos comentários do site e ajude a entender os dois lados dessa moeda enferrujada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas