Dois milhões de turistas na próxima temporada




Lançada a Operação Presença – Verão 2017
Governo e entidades ligadas ao trade turístico preparam-se para receber mais de dois milhões de turistas na próxima temporada
Praia Lotada. Foto Pixabay


A Prefeitura de Florianópolis, através da secretaria de Turismo – que trabalha com a previsão de aumento de, no mínimo, 20% no número de turistas na cidade na próxima temporada – lançou na tarde desta quarta-feira (28) a Operação Presença-Verão 2017. “O rio do Brás (em Canasvieiras) não acabou com o turismo de Florianópolis, como alguns preconizaram. Pelo contrário, teremos uma temporada ainda maior”, garantiu o prefeito Cesar Souza Junior, durante o evento de lançamento, realizado na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da Capital.

Foto/divulgação: Rafaela Martins


Vale lembrar que a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes (SOL) havia estimado a vinda de 1,9 milhão de turistas de Santa Catarina, do Brasil e do Exterior a Florianópolis no verão de 2016. Já a expectativa de uma procura ainda maior pelo destino leva em consideração anúncio feito pela Santa Catarina Turismo (Santur). Já foi confirmada pela Infraero a vinda de 396 voos somente da Argentina, sendo que outros 106, vindos do mesmo país, também estão em estudo pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Ou seja, serão 502 voos previstos, contra 280 do verão passado.

Agora, é justamente com vistas a aprimorar a capacidade de ação frente a questões como saneamento básico, fornecimento de água e energia elétrica, fiscalização dos ambulantes, segurança pública e mobilidade urbana, entre outras, que os vários órgãos e entidades, inclusive ligadas ao trade turístico, envolvidos na operação vêm realizando um planejamento desde o mês de junho. Já as ações terão prazo de outubro deste ano a março de 2017 para serem executadas.

No evento, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) foi a primeira a elencar suas principais ações para a próxima temporada. Com relação ao esgotamento sanitário, o superintendente da Região Metropolitana de Florianópolis da Casan, engenheiro Lucas Barros Arruda, informou que até dezembro ficam prontas a revisão da rede de esgoto de Canasvieiras e de Ingleses, e as ampliações das estações de bombeamento – chamadas de “elevatórias” – e da estação de tratamento de esgoto de Canasvieiras. 


Além disso, Arruda chamou atenção para as quatro ações que vem sendo efetuadas em parceria com a Prefeitura. São elas: a limpeza dos canais (manutenção do sistema de macrodrenagem), realizada desde julho; o estudo ambiental simplificado para desassoreamento do rio do Brás, que deverá ficar pronto até janeiro, e as ações que dependem de autorização da Justiça Federal a ser solicitada esta semana, ou seja, a limpeza superficial do rio do Brás e a instalação de unidade voltada à aceleração da taxa de recuperação ambiental que acontece naturalmente.

No que tange à balneabilidade, o engenheiro aproveitou para defender a regularização das edificações. “A sociedade tem que entender que é ela que gera o esgoto”, mas que a balneabilidade ainda envolve as ações de ampliação do sistema de esgoto e de macrodrenagem de toda a região.

Já com relação ao abastecimento de água, Arruda anunciou que “a gente está muito tranquilo”. Isso, principalmente, devido ao aumento de 50% da quantidade de água da Grande Florianópolis, decorrente da ampliação da estação de tratamento de água da Bacia do Cubatão, da utilização do reservatório dos Ingleses de três mil metros cúbicos e da manutenção de todas as ações com geradores, caminhões-pipa e reforço de equipes.

Planejamento


O planejamento das ações da Operação Presença-Verão 2017 leva em conta não apenas quatro eixos temáticos prioritários – infraestrutura, serviços e equipamentos turísticos, cultura e lazer e sustentabilidade – como o encerramento da atual gestão. “Vamos deixar tudo organizado, planejado e estimulado a todos vocês, principalmente ao trade, para que deem sequência”, ressaltou a secretária de Turismo, Zena Becker, numa menção, por exemplo, ao Carnaval, que acontece após o término do atual governo.

Mas, tendo em vista a falta de recursos e de pessoal que já afetou a temporada passada, a secretária fez um apelo: “Por conta deste período de crise, em que vive não só o país, mas o Estado e os municípios também, pedimos que cada entidade participante deste trabalho se comprometa com aquilo que realmente poderá fazer. Nossa meta não é a quantidade de ações a serem executadas, mas sim a qualidade e a eficácia daquilo que foi estabelecido como meta por estes órgãos durante a etapa de planejamento”.


Durante o período de execução das ações, será realizada, em paralelo, o monitoramento das mesmas. O andamento dos trabalhos será divulgado por meio de relatórios periódicos na página da Secretaria de Turismo de Florianópolis, no portal da Prefeitura.

Órgãos participantes

Agência Regulação de Serviços Públicos – ARESC ● Capitania dos Portos ● Centrais Elétricas de Santa Catarina – CELESC ● Companhia Catarinense de Águas e Saneamento – CASAN ● Companhia Melhoramentos da Capital – COMCAP ● Corpo de Bombeiros ● Departamento de Transportes e Terminais – DETER ● Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária – INFRAERO ● Fundação do Meio Ambiente – FATMA ● Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis – IGEOF ● Polícia Civil: Delegacia de Jogos e Diversões e Delegacia de Desaparecidos ● Polícia Militar de Santa Catarina ● Polícia Rodoviária Estadual * Secretaria Municipal de Assistência Social ● Secretaria Municipal de Habitação e Saneamento Ambiental ● Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana ● Secretaria Municipal de Cultura ● Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor – PROCON ● Secretaria Municipal de Educação ● Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano: FLORAM e SESP ● Secretaria Municipal de Obras ● Secretaria Municipal de Saúde: Controle de Zoonoses, Vigilância Sanitária, Média Complexidade e Bem Estar Animal ● Secretaria Municipal de Segurança e Gestão de Trânsito: DIOPE e Guarda Municipal ● Secretaria Municipal de Turismo – SETUR ● SPU (Superintendência do Patrimônio da União).


Fonte: PMF 




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seu e-mail não será publicado.


*