DOUTOR É QUEM FEZ DOUTORADO?

O SR. ROBERTO REQUIÃO (PMDB - PR. Pronuncia o seguinte discurso. Sem revisão do orador.) – Presidente, Senador Paim, ontem, nesta t...

Segundo depoentes, acusação reinterpreta leis após os fatos


O ex-ministro do Planejamento Nelson Barbosa, os juristas Ricardo Lodi e Geraldo Prado, o professor Luiz Gonzaga Belluzzo e o ex-secretário-executivo do Ministério da Educação Luiz Cláudio Costa, depoentes da defesa, afirmaram na sexta-feira e no sábado que as práticas contestadas pela acusação vêm de anos e são legais, tanto no caso dos decretos de suplementação orçamentária quanto no do repasse dos recursos devidos pela União a banco público (as chamadas pedaladas fiscais). Segundo eles, a acusação reinterpreta as normas depois dos fatos ocorridos para tentar imputar crime à presidente afastada. Beluzzo disse ainda que não houve gastos excessivos com os decretos em razão de um brutal corte de despesas promovido por Dilma.

Fonte: Jornal do Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas