Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Eu adoro o Criança Esperança

Eu gosto tanto do Criança Esperança que estou disposto a doar 10% do meu salário, se a Globo (que imagino, também gosta do Criança Esperança) doar 10% de sua receita sem direito a deduções no Imposto de Renda, é claro!

PS.: Pode ser líquido ou bruto, a Globo escolhe!

Mais um PS.: Se puder gostaria de entregar meu cheque nas mãos da Xuxa. Hã!!? O quê!?? A Xuxa não participa mais do Criança Esperança? Como não!?

A ultrajante sova da Folha em Londres!

O Tempo da Criança, com Luiza Lameirão

O poder governamental

Minhas Luas

Para Temer

ESPERANÇA | Por uma outra globalização

Pode ser tarde [para a democracia]

PiG: A pergunta não é de que lado ela está e sim de que lado ela sempre esteve

O trabalho do Geógrafo no Terceiro Mundo

Participei da 37ª semana de geografia (SEMAGEO/UFSC) na mesa “DISCUTINDO O TRABALHO DO GEÓGRAFO NO “TERCEIRO MUNDO”.

37ª Semana Acadêmica de Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina Pelo convite realizado faço meu agradecimento ao professor Orlando Ferretti, pela lembrança de meu nome, agradecendo também ao Caligeo e a toda comissão organizadora deste evento. Cumprimento também os colegas dessa mesa e inicio dizendo que o tema proposto “DISCUTINDO O TRABALHO DO GEÓGRAFO NO “TERCEIRO MUNDO”. É para mim bastante provocativo. Eu quero iniciar brincando com o termo “Terceiro Mundo” e dizer que se não for bem explicado alguns dos meus alunos podem tirar conclusões equivocadas. Ou seja, é preciso entender de que terceiro mundo estão dizendo? Tenho o hábito de me considerar um professor que vive no mundo da Lua. Viver no mundo da Lua para mim é viver aqui, na Terra que é, como todos sabem, o único mundo da Lua com “L” maiúsculo. Mesmo buscando outra referência como o Sol, o terceiro mu…

Descobrir senha Wi-Fi no computador

Sequência didática

Ato contra governo interino com presença a de Lula

Rombo na Previdência é engodo político

O Brasil e a soja

Cada lar, um templo!

22/03/2016 - PEC 133/2015:
Acrescenta § 1º-A ao art. 156 da Constituição Federal para prever a não incidência sobre templos de qualquer culto do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), ainda que as entidades abrangidas pela imunidade tributária sejam apenas locatárias do bem imóvel.
Votação nominal da PEC 133/2015, em segundo turno - Altera a Constituição Federal para estabelecer que o IPTU não incide sobre templos de qualquer culto, ainda que sejam apenas locatários do bem imóvel.
Resultado: Aprovado

Como votou seu congressista?
Cada lar, um templo! E viva o Estado laico.

Agenda econômica é recessiva

Ângela Portela (PT-RR) criticou o governo interino de Michel Temer, afirmando que ele quer acabar com as investigações da Operação Lava Jato e interromper políticas sociais adotadas nos últimos 13 anos:

— A realidade está muito clara: enquanto cuida de se livrar das investigações da Lava Jato, o grupo que assumiu o comando do país pretende impor uma agenda econômica recessiva, de interesse dos grupos financeiros privilegiados, penalizando os mais pobres. Isso é lamentável. E é contra isso que nós precisamos lutar agora.

Para a senadora, esse momento de retração econômica torna os gastos sociais ainda mais necessários.

GRINGOS REAGEM À IMAGENS DE LUGARES INUSITADOS NO BRASIL