Quando tudo acabar


Sobre o que o país está passando neste momento (triste história) aproveito para dizer que quando tudo isso acabar, e um dia isso vai acabar, nós podemos ter dois cenários. 

No primeiro a democracia vence, e os que detém hoje o poder (político, econômico e midiático) verão que o povo sabe exercer sua cidadania. Neste final o Brasil sai gigante, todos ganham quando a democracia vence. 

No outro  cenário todos perdem, mas perdem por etapas, primeiro os que lutaram abertamente em favor da democracia, depois perdem os que lutaram contra a democracia, em favor de um autoritarismo disfarçado de legalista, em favor do grande capital. Estes acordarão, no meio da noite e perceberão que lutaram do lado errado, lutaram do lado do patrão.

A disputa que se instala no Brasil não é polarizada nos que lutam contra a corrupção e os outros. A disputa está no poder, na condução político-econômica da sétima economia mundial. 

A mídia de massa, propositadamente, está descolando os eventos locais (Nacionais) dos eventos Mundiais (Globais). Não há mais guerras no mundo, a África não existe, a China e seus problemas econômicos não tem relevância, nem mesmo a assustadora possibilidade de vitória do Sr. Donald Thump, o que isso têm de relevante na política mundial e claro a brasileira? Nada? Nenhuma relevância? Sobre o Brasil e o contexto mundial sequer há espaço para debates, apenas os fatos narrados por casais de apresentadores que, vestidos de preto, dizem a que veio.

Quem é a favor da corrupção? Sei, caro leitor,  que seus atos (os nossos para ser bem justo) te condenam, viver eticamente só é possível dentro do espiritismo que traz a possibilidade da evolução pelas vidas vividas e serão necessárias várias vidas para tirar o vício das ações anti-éticas presentes em várias de nossas ações.

Não sou a favor da corrupção, não sou a favor da fome, não sou a favor da concentração de riqueza, não sou a favor da injustiça, não sou a favor de nenhuma atitude antidemocrática.

Sou a favor do povo, eu sou o povo, nós somos povo. Sou a favor de um projeto de Brasil que lute para combater as injustiças, os privilégios a fome entre outras mazelas que insiste em contaminar o povo brasileiro. Isso só será possível se o projeto considerar que o Brasil é um país de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas