Pular para o conteúdo principal

Eu acredito na humanidade dos humanos

Rodovia SC 405 - Florianópolis/SC.
Em frente a uma escola recém inaugurada no sul da ilha de Santa Catarina, ocorreu um fato inusitado hoje (26). Fazendo o trajeto Sul-Centro ao aproximar da escola um carro com logomarca de uma empresa de construção (a empresa é conhecida por usar três letras), a motorista fazia menção de que iria atravessar a rodovia (sim trata-se de uma rodovia estadual), e num instinto defensivo sinalizei com luz e som (da buzina) para alertar a motorista de que ela estaria fazendo uma ação proibida (já que se trata de uma via com faixa dupla amarela contínua), ou seja, sair da escola e atravessar a rodovia para voltar no sentido Sul é proibido.

A criatura ao volante, não me pareceu agradecida por lembrá-la das regras básicas de trânsito e por ter, possivelmente, salvado sua vida ou evitado os incômodos de um acidente de trânsito. Digo isso pelo fato da distinta ter levantado seu dedo e ter feito um gesto obsceno com a mão para minha surpresa.

Vamos lá, eu acredito na humanidade dos humanos. 

Ela deveria estar com tanta pressa de voltar para sua empresa de construção (aquela das três letrinhas) que acabou esquecendo que estava na porta de uma escola, não sei se prestando algum tipo de serviço ou se deixando filho para alí aprender com os conhecimentos historicamente construídos, como a humanidade está evoluindo...

Alguns metros desta escola tem um posto da polícia rodoviária estadual. Fui atendido com uma cordialidade pelos servidores de plantão e de lá saí com a esperança de que fatos como esse não irão mais ocorrer, aqui fica o registro de que se nada for feito um acidente grave poderá acontecer.

Minha sugestão à escola é que faça uma ação educativa com os pais, mostrando que "gastar" um pouco mais de combustível e mostrar aos filhos como fazer a coisa correta é a melhor forma de "pagar" por uma boa educação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

UM PASSO ATRÁS


Tenho poucas certezas na vida e uma delas é que a humanidade não inventou uma máquina do tempo que fosse capaz de voltar no tempo, mas a imaginação sobre as possibilidades de uma invenção já tomou conta de muita gente.

A possibilidade de voltar e realizar coisas de modo diferente... dizer não ao invés de sim, ou dizer sim no lugar do não; abraçar mais uma vez, ou simplesmente observar platonicamente a infância que já não é mais minha.
Uma máquina do tempo só faz sentido porque há o tempo, se o tempo não passasse, e ainda bem que ele passa, o desejo de mudança nunca existiria. Com o tempo vem as conquistas e as frustrações; as alegrias e as tristezas. Com o tempo todos os sentimentos antagônicos vão se revelando como que na expectativa de que é assim que o tempo passa.


Não é possível tomar decisões já tomadas, não posso voltar no tempo e deixar de beber um copo de água que bebi na semana passada, não posso trocar o sabor do sorvete que escolhi no último verão a decisão já foi tomada e…

Como votou seu deputado no processo contra Temer?

Câmara nega autorização para processo contra Temer no Supremo
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por 263 votos a 227 e 2 abstenções, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva (SIP 1/17), seguindo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
"A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar a instauração de processo contra o presidente da República será comunicada ao Supremo Tribunal Federal, no prazo regimental", disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao anunciar o resultado.
No total, 492 dos 513 deputados votaram o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Rodrigo Maia deixou de votar por motivo de impedimento regimental, por estar comandando a sessão.
VEJA AQUI COMO VOTOU SEU DEPUTADO
Esta foi a primeira vez que a Câmara dos Deputados votou uma solicitação para instauração de processo contra um pre…