Depois da dengue, febre chicungunha e zika outros problemas virão


Não concordo com o slogan da peça publicitária do Ministério da Saúde que diz "Se o mosquito da Dengue pode matar, ele não pode nascer". Pois há muita coisa que pode matar e nem por isso eu os privaria do nascimento ou criação.


Se o mosquito da Dengue pode matar, ele não pode nascer.
Se um carro pode matar, ele não pode ser construído.
Se uma faca pode matar, ela não pode ser feita.
Se uma cobra pode matar, ela não pode nascer.
entenderem onde isso pode chegar...?
Você
entendeu?
(sim, está com sentido dúbio)


Não se trata de uma campanha contra a campanha, só acredito que se deve atingir o problema central que, ao meu ver, não é o mosquito e sim a falta de higiene (mas claro que não só isso), especialmente das áreas urbanizadas, reflexo de uma falta de investimento concreto em Educação e da acentuada concentração de renda em nosso país.

Penso que esse enfrentamento vai além das pazinhas com areia nas plantas, isso é até bonitinho mas não resolve as verdadeiras carências da população e depois da dengue, febre chicungunha e zika outros problemas virão se mantivermos o povo à margem do sistema e sem acesso efetivo à Educação pública, gratuita e de qualidade.

PS: e para orientar as reflexões, isso que escrevi não tem nada a ver com a criação de outra disciplina nas escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas