Paim condena discurso de ódio contra Dilma

Paim condena discurso de ódio contra Dilma

Paulo Paim (PT-RS) lembrou os 51
anos do golpe militar de 64, afirmando
que “as forças reacionárias” de então
mergulharam o país em um “mar de
violação de direitos”, que deixou marcadas
gerações inteiras de brasileiros.

O senador destacou a atuação do
então presidente João Goulart e disse
que ele não resistiu ao golpe para evitar
uma guerra civil e derramamento de
sangue.

Paim criticou o discurso de ódio
nas manifestações atuais contra o
governo da presidente Dilma Rousseff
e disse que as Forças Armadas sabem
a importância da democracia.

— Queremos a pluralidade, a composição
de forças, o respeito democrático.
Somente assim, seremos uma nação
soberana. Hoje o Brasil é maior —
afirmou o senador.

Fonte: Jornal do Senado, Brasília, quarta-feira, 1º de abril de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas