Situação do Caldeirão no Morro das Pedras

Defesa Civil Municipal alerta para ressaca. Moradores confirmam piora da situação e o risco eminente de queda de postes de luz e inter...

Estudo... és tudo!


Uniforme na escola

Apesar da resolução 294/2014 ser bem clara quanto ao direito do acesso e a permanência do aluno, mesmo que este não esteja com o uniforme, continuo acreditando que a vestimenta homogênea para os alunos contribui com uma série de vantagens para alunos, professores e família.
Gostaria de poder dedicar mais tempo ao tema. No momento apoio a ideia do uso do uniforme para alunos, mas é importante o conhecimento da lei que considera a educação um direito, independente do uso do uniforme.

Avaliação por nota ou descritiva?

Contribuindo com as discussões sobre sistema de avaliação nas escolas: por nota ou descritiva? Imagina se as avaliações das escolas de samba não fossem dadas por notas e sim descritivas... tiraria a emoção do "DEZ... NOTA DEZ!" E o resultado só sairia depois da páscoa.

Pesquisa mostra que núcleo da Terra se divide em 2 regiões distintas

Cristais de ferro no centro do planeta se formaram em sentidos diferentes.
Pesquisadores analisaram ecos de terremotos para determinar estruturas.

O núcleo interno da Terra possui um núcleo próprio com cristais de ferro alinhados em direções diferentes (Foto: Adaptação sobre imagem de divulgação/Universidade de Illinois/Nature).


Cientistas chineses e americanos publicaram um estudo que indica que o núcleo interior da Terra é uma região sólida composta por duas partes distintas -- uma interna e outra externa --, o que pode trazer novas informação sobre a origem de nosso planeta, segundo o artigo publicado nesta terça-feira (10) pela revista "Nature Geoscience".

A pesquisa, feita por especialistas da Universidade de Illinois (EUA) e de Nanquim (China), sugere que o núcleo interior é subdividido, diferentemente do que se pensava até então. A equipe de geofísicos acredita que as estruturas dos cristais de ferro existentes nessas duas regiões sejam diferentes entre si. No núcleo interior externo, os cristais ficam no sentido dos polos (norte-sul), enquanto no núcleo interior interno, estão no sentido leste-oeste (veja ilustração acima).
Para chegarem a essa conclusão sem perfurar o centro da Terra, a equipe liderada por Xiaodong Song, professor da Universidade de Illinois, escutou as vibrações causadas por terremotos e analisou as alterações que elas sofriam na medida em que viajavam através de nosso planeta.

"O fato de estarmos descobrindo diferentes estruturas de distintas regiões do núcleo interno pode acrescentar algo para nós sobre a longa história da Terra. Poderia ser a chave para a evolução do planeta", disse Song.
A descoberta aponta que o núcleo interno contém cristais de diferente escala, que se formaram em condições distintas. Isso indica que nosso planeta pode ter sofrido uma mudança dramática durante esse tempo.

A esfera central da Terra, que se está a mais de 5.000 quilômetros abaixo do solo, começou a se solidificar há cerca de um bilhão de anos, e continua crescendo aproximadamente 0,5 milímetro por ano.

FONTE: G1- Link original: <http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2015/02/cientistas-revelam-nova-visao-do-nucleo-da-terra.html>. Acesso em 10/02/2015. Intertítulo nosso.

Plano de Educação

Mais de um quarto dos municípios não começou a elaborar o plano de educação


Pouco mais de um quarto dos municípios brasileiros, 1.441, não iniciou o trabalho de adequação ou elaboração do Plano Municipal de Educação (PME). O prazo para que isso seja feito é o mês de julho. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). No Brasil, apenas 37 municípios cumpriram todas as fases até a sanção da lei.

Os planos municipais estão previstos no Plano Nacional de Educação (PNE) sancionado no ano passado. O plano prevê metas desde a educação básica até a pós-graduação para serem atingidas nos próximos dez anos. Para que isso seja feito, a lei estipula que estados e municípios elaborem os próprios planos para que as metas sejam monitoradas e cumpridas localmente.

Os dados divulgados no portal do MEC estão disponíveis na página Planejando a Próxima Década: Construindo os Planos de Educação, que tem por objetivo ajudar os gestores na elaboração dos planos, além de monitorar essa elaboração. Dentre os municípios ainda sem comissão coordenadora instituída, para iniciar o debate do plano, estão cinco capitais: Salvador, Natal, Recife, Aracaju e Belo Horizonte.

1° dia de aula / 2015

Amanhã (11) iniciaremos os trabalhos escolares de 2015 com os alunos. Vamos ver se a imagem abaixo vai provocar alguma discussão em sala de aula. Espero que os alunos do 7° ano reflitam sobre uma geografia para além das memorizações cartográficas.


Calendário de pagamento dos servidores

A remuneração dos servidores ativos e inativos do Poder Executivo Municipal, para o exercício de 2015, conforme a Instrução Normativa 002/2015 tem a seguinte previsão:

MÊS
DIA
JANEIRO
29
FEVEREIRO
26
MARÇO
30
ABRIL
29
MAIO
28
JUNHO
29
JULHO
30
AGOSTO
28
SETEMBRO
29
OUTUBRO
29
NOVEMBRO
27
DEZEMBRO
30
JANEIRO/2016
28

Impasse do IPTU de Florianópolis pode atingir educação

“Venho dizendo há muito tempo, até mesmo no governo passado – quando já era secretário de Educação – que, se não houver correção da defasagem na arrecadação, a cidade não vai ter sustentabilidade. Ou a sociedade reconhece a necessidade dessa correção, ou vai ter de conviver com as limitações impostas ao serviço público. Todos precisam que uma rua seja asfaltada, que uma quadra de esportes seja construída, mas isso só é possível graças aos impostos. Não estou defendendo os tributos: todos gostariam que não houvesse impostos e que os serviços públicos funcionassem assim mesmo, mas isso só com um milagre.”


A declaração acima é do secretário de Educação de Florianópolis, Rodolfo Pinto da Luz, que comanda uma pasta cujo orçamento de 2015 é projetado com base no incremento de arrecadação aprovado pela Câmara, com base na lei que atualizou a Planta Genérica de Valores – lei que foi contestada judicialmente e posteriormente declarada constitucional pelo Tribunal de Justiça do Estado.


Agora, os grupos empresariais anunciam novo recurso à Justiça, a fim de anular a aplicação da lei. Caso obtenham êxito, a cidade de Florianópolis sofrerá irreparáveis prejuízos, alertam os secretários Rodolfo Pinto da Luz e Daniel Moutinho Júnior (Saúde).


De acordo com o secretário de Edulcação, o Município precisa oferecer uma contrapartida de US$ 59 milhões para efetivar o inédito financiamento obtido junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a educação – caso não consiga, pode perder a verba:


“Houve um crescimento da oferta da educação, principalmente na educação infantil, e isso depende de investimentos, tanto na construção quanto na manutenção. A demanda vem crescendo, tanto pelo crescimento natural de nossa cidade, quanto pela migração. O perfil mudou: antigamente, as mães das famílias com maior necessidade social podiam ficar em casa cuidando dos filhos; hoje, todos têm de trabalhar para garantir a sobrevivência da família.”


 “Outro dia, tivemos uma reunião no Maciço do Morro da Cruz, na Caieira do Saco dos Limões, e eles reivindicaram a construção de uma creche, porque já há 200 crianças de zero a cinco anos na comunidade e não existe creche. Essa nova unidade consta do projeto do BID, e inclusive já adquirimos o terreno para sua construção, mas, se não tivermos a sustentabilidade garantida pela correção do IPTU, corremos o risco de não concretizar todo o projeto BID.”


 “O incremento é absolutamente indispensável. Ou teremos de nos convencer de que não poderemos investir em nosso crescimento.”

Com informações do site da PMF

Postagens mais visitadas