Curiosidade, filas e hábitos

Uma sequência de imagens que mostram como a curiosidade é inimiga da fluidez no trânsito.
Um acidente na SC 405 (Rio Tavares, Florianópolis-SC), aparentemente sem vítima fatal (felizmente), fez esta manhã de sexta-feira iniciar com bastante lentidão no trânsito local.
As filas neste local não é algo incomum, mas basta um evento singular para que motoristas que, constantemente apressados, nervosos, embrutecidos no trânsito, assumam a áurea de curioso, desacelerado. Não é visível nenhum espírito do bom samaritano querendo ajudar o próximo, o que percebo é a mais pura e simples curiosidade. Nada estranho, enfim, a curiosidade é (também) humana.
O problema é a estupidez (que também é humana) de quem insiste em fazer coisas erradas no trânsito. Como o ônibus que atravessa a rodovia sinalizada com faixa contínua dupla (Veja CTB o que isso significa) na "esperteza", talvez, de achar que vai ganhar tempo e a suposta "certeza", de que mesmo que flagrado pelas autoridades de trânsito não será punido, sequer advertido, pois trata-se de uma prática comum entre alguns motoristas que transitam diariamente por esta rodovia.
Não há fiscalização que dê conta desses constantes flagrantes de abusos. E o pior é que alguns motoristas acham que têm o direito de fazer o que fazem.
Voltando ao nosso motoqueiro que acabou se envolvendo no acidente, fico feliz e despreocupado, pois pela quantidade de pessoas que paravam pala vê-lo sendo atendido no local, ele ganhou uma grande quantidade de fãs que irão, certamente (será?) visitá-lo no hospital para ter certeza de sua boa condição de saúde.

O que percebo rodando o globo, é que a Terra gira e o povo gira com ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas