Pular para o conteúdo principal

Privatizando o espaço público

Quando discutimos em sala de aula sobre uso indevido do espaço público, em especial nas cidades brasileiras estamos falando, por exemplo, de ações como as vistas nas fotos abaixo onde uma empresa de telefonia/TV e Internet usa, de forma indevida, o espaço da calçada para vender seus produtos.
Não bastasse isso, as pessoas tem que utilizar a rua devido à obstrução da calçada. Essa imagem foi tirada em 28/10/2013 ao lado da escola básica municipal Dilma Lúcia dos Santos na Armação do Pântano do sul em Florianópolis, onde há grande fluxo de alunos na entrada e saída da escola. É possível ver a mesma atitude em outros locais do Sul da ilha como na Rodovia Baldicero Filomeno no Ribeirão da Ilha e na rua do Gramal, no Campeche.
Em sala de aula, faça uma discussão sobre esse problema urbano. Se possível leve outros exemplos sobre a privatização de espaços públicos como o estacionamento de carros em calçadas que, via de regra, são destinadas aos pedestres.
E você, compraria de uma empresa que trata a cidade e a população desta maneira?
Na Armação do Pântano do sul em Florianópolis-SC, empresa particular usando do espaço público para vender seus serviços. (2013). Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.brNa Armação do Pântano do sul em Florianópolis-SC, empresa particular usando do espaço público para vender seus serviços. (2013). Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.brNa Armação do Pântano do sul em Florianópolis-SC, empresa particular usando do espaço público para vender seus serviços. (2013). Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.brNa Armação do Pântano do sul em Florianópolis-SC, empresa particular usando do espaço público para vender seus serviços. (2013). Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.brNa Armação do Pântano do sul em Florianópolis-SC, empresa particular usando do espaço público para vender seus serviços. (2013). Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…