A educação precisa de perguntas.

Prêmio RBS de Educação é entregue aos projetos finalistas e Júlia Antunes comenta

Fonte:http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/bom-dia-santa-catarina/videos/t/edicoes/v/premio-rbs-de-educacao-e-entregue-aos-projetos-finalistas-e-julia-antunes-comenta/2993469/ Acesso em 03/12/2013.

E esse é meu comentário…

Para valorizar o trabalho dos professores premiados (que merece todo nosso respeito e admiração), foi dito que "são professores que não se acomodaram". Calma lá com esse andor que o santo é de barro.

Se lá (na premiação) estão os professores não acomodados, o que sou? O que é você professor que, como eu, não inscreveu nenhum trabalho para esse concurso é? Um acomodado? Não me inscrevo em programas de premiação, seja de empresas particulares ou do próprio governo (seja municipal ou federal), mas isso é porque acredito em outro modelo de educação, não esse modelo meritocrático e, por não ter interesse nesse tipo de submissão de trabalho, não me sinto um acomodado.

É preciso antes, visitar as escolas para perceber que excelentes ações, não visibilizadas pela mídia, estão mudando, silenciosamente, os rumos da educação deste país. 

E se é para trocas as interrogações pelas exclamações aqui vai a minha contribuição: Sem salário digno não dá! Sem valorização profissional não dá! Sem condições de trabalho não dá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas