Pular para o conteúdo principal

Carta de um imigrante

Os alunos do 7º ano foram estimulados a escrever uma carta imaginando que é um imigrante que veio para o Brasil no auge da imigração, no início do século XX. O objetivo é fazer com que o aluno compreenda a importância que a imigração teve no aumento da população brasileira bem como na ocupação do território e contribuição para o desenvolvimento econômico, além de tentar compreender como era diferente o modo de vida no início do século passado.

Os textos, digo, as cartas estão chegando, e aqui estarão sendo publicados.

Queridos familiares, aqui no Brasil eu trabalho na colheita do café, mas quando cheguei aqui,  fiquei um pouco preocupado e me perguntando -Será que vai ter um lugar para mim? – mas, descobri que tinha de sobra. Ainda tem muita gente vindo, todas elas desembarcam no Porto de Santos.
Se vocês quiserem vir serão todos bem vindos.
Abraços Arthur.

por: LAIS SOUZA DA SILVA – Turma 71 de 2013.

*****************************************************************

Querida família,

Estou tentando escrever para vocês já faz algum tempo, mas não era possível, há muito trabalho, e lugares para conhecer. Estou num país chamado Brasil, demorei algum tempo para me acostumar com o idioma, mas estou me saindo bem. Andei estudando algumas coisas por aqui, não há como viver num lugar sem saber um pouco da história, não é verdade? Estou na região Sul do Brasil, num estado chamado Santa Catarina, e estou trabalhando em uma lavoura de café, eu sei “coisa de homem”, como papai diria, mas aqui não há nada que separe os trabalhos, é claro recebemos menos que os homens, mas não há tanta discriminação. Gostaria que vocês viessem me visitar, recomendo aparecer pelo mês de janeiro, quando o clima é mais quente. Então é isso, desculpe não informar mais, como já disse, tenho muito trabalho.

por: NATHALIA HELENA DA SILVA – Turma 71 de 2013.

******************************************************************

Queridos Familiares.

Depois de muitos dias e horas viajando desembarquei no Porto de Santos pela manhã.
Pessoas para todo lado, achei que não haveria lugar para mim, achei errado pois tenho um emprego de lavadeira e um lugar para morar por 1 ano, não é aquilo que esperava, e sim o que consigo manter.

Mas acho que até lá vou ficar bem!

Abraços Maria.

por: TÉSSINI VITÓRIA DO ESPÍRITO SANTO – Turma 71 de 2013.

*******************************************************************

ESTER MARIA GONÇALVES LIMA T75 2013

por: ESTER MARIA GONÇALVES LIMA – Turma 75 de 2013

*******************************************************************

MARIA EDUARDA GONÇALVES T71 2013

por: MARIA EDUARDA GONÇALVES – Turma 71 de 2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…