Pular para o conteúdo principal

GLOBALIZAÇÃO por Cristóvam Buarque

Santiago Alves de Siqueira
Professor de Geografia
 

GLOBALIZAÇÃO*

O que chamam de Globalização é uma tendência inevitável, ela vai ocorrer.

O problema é que ela está ocorrendo, dividindo os seres humanos em dois tipos diferentes.

A Europa se espalha, simbolizando Europa mas também Estados Unidos, Austrália, que incorporam pessoas que a gente pode chamar de ricas, a classe média dos países periféricos e aumentando as desigualdades de tal maneira que em breve a gente vai ter como Globalização um planeta dividido em um Primeiro Mundo Internacional dos ricos que vai ser um país só, mesma gravata, mesma educação, mesmos instrumentos, um país inteiro espalhado pelo mundo e ao lado desse Primeiro Mundo Internacional dos ricos nós vamos ter Ilhas de Pobres e as Ilhas serão a maioria.

Este é o problema da Globalização, a maneira como ela está desenhada o que caracteriza essa Globalização, neste padrão de vida, não cabe todo mundo.

Não cabe todo mundo por razões ecológicas em primeiro lugar, e, porque a economia que é capaz de dar o bem estar que tem o estadunidense ou uma pessoa de classe média e alta do Brasil, esse bem estar não dá para todo mundo do planeta ter.

O que é preciso fazer para ter uma Globalização decente?

É fazer com que todos no mundo inteiro, não agora, não em 5, não em 10, talvez não em 20 anos, tenham todos o essencial, ninguém fique excluído. Que todos tenham uma educação de qualidade até o final do Ensino Médio, todos tenham o que comer, todos tenham acesso ao principal que for da saúde.

Quando a gente conseguir isso, aí sim, nós vamos ter uma Globalização quase perfeita porque vai ficar faltando apenas o respeito à diversidade cultural e o respeito ao meio ambiente.

Essa seria a grande Globalização. A Globalização com três coisas:

1. a inclusão de todos no mínimo essencial para que deixe de existir o pobre excluído;

2. respeito ao meio ambiente;

3. respeito à diversidade cultural.

 

*Extraído de: Debate Brasil – TV Senado – em abril de 2004.
Entrevista a
Cristóvam Buarque
(adaptado por Santiago Alves de Siqueira)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

UM PASSO ATRÁS


Tenho poucas certezas na vida e uma delas é que a humanidade não inventou uma máquina do tempo que fosse capaz de voltar no tempo, mas a imaginação sobre as possibilidades de uma invenção já tomou conta de muita gente.

A possibilidade de voltar e realizar coisas de modo diferente... dizer não ao invés de sim, ou dizer sim no lugar do não; abraçar mais uma vez, ou simplesmente observar platonicamente a infância que já não é mais minha.
Uma máquina do tempo só faz sentido porque há o tempo, se o tempo não passasse, e ainda bem que ele passa, o desejo de mudança nunca existiria. Com o tempo vem as conquistas e as frustrações; as alegrias e as tristezas. Com o tempo todos os sentimentos antagônicos vão se revelando como que na expectativa de que é assim que o tempo passa.


Não é possível tomar decisões já tomadas, não posso voltar no tempo e deixar de beber um copo de água que bebi na semana passada, não posso trocar o sabor do sorvete que escolhi no último verão a decisão já foi tomada e…

Como votou seu deputado no processo contra Temer?

Câmara nega autorização para processo contra Temer no Supremo
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por 263 votos a 227 e 2 abstenções, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva (SIP 1/17), seguindo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
"A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar a instauração de processo contra o presidente da República será comunicada ao Supremo Tribunal Federal, no prazo regimental", disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao anunciar o resultado.
No total, 492 dos 513 deputados votaram o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Rodrigo Maia deixou de votar por motivo de impedimento regimental, por estar comandando a sessão.
VEJA AQUI COMO VOTOU SEU DEPUTADO
Esta foi a primeira vez que a Câmara dos Deputados votou uma solicitação para instauração de processo contra um pre…