Pular para o conteúdo principal

SEPEX 2012

Entre os dias 21 de 24 de novembro, o campus Trindade da Universidade Federal de Santa Catarina estará movimentado com a Sepex – Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, cujo tema este ano é Sustentabilidade, Economia Verde e Erradicação da Pobreza. É a 11ª edição do evento, que irá apresentar à comunidade a produção científica mais recente realizada na UFSC nos mais diferentes campos de atuação. A novidade desta edição é o espaço físico: as atividades acontecem no Centro de Cultura e Eventos, no Centro de Convivência e nas tendas integradas. Além disso, o hall de quatro centros da UFSC receberão atividades relacionadas à Sepex: Centro de Ciências da Saúde (CCS), Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) Centro Sócio-Econômico (CSE) e Centro Tecnológico (CTC).

A Sepex é o maior evento de divulgação científica de Santa Catarina e ao mesmo tempo uma oportunidade de aprender sobre os mais diferentes assuntos. O visitante poderá circular e aprender nos 165 estandes interativos das áreas de comunicação, cultura, meio ambiente, institucional, saúde, trabalho, direitos humanos, economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza, tecnologia e educação. Outra oportunidade de conhecer a produção científica será nos cerca de 200 minicursos sobre temas tão diversos quanto games na educação, arqueologia, moda, bike anjos e oficinas de culinária.

A comunidade poderá também conhecer o trabalho desenvolvido nos três novos campi da UFSC. Professores e alunos de Joinville apresentam as pesquisas na área da Mobilidade e eficiência energética. De Curitibanos, serão expostos esqueletos de animais, animais em líquidos de conservação, coleção de sementes, coleção de madeiras, amostras de diferentes solos, entre outros. No estante do Campus Araranguá serão apresentados mais de 40 projetos relacionados às pesquisas em Fisioterapia, Tecnologias de Informação e Comunicação, Engenharia de Computação e Engenharia de Energia.

:: Eventos paralelos

Na programação paralela, um dos destaques é a Geodésia Sepex 2012, uma estrutura com capacidade para 40 pessoas construída em bambu no pátio do Restaurante Universitário. No espaço serão oferecidas oficinas como reciclagem com pneus, palestras, teatro, rituais indígenas, dança de tecidos e Yoga. A iniciativa é do coletivo formado por nove grupos, entre eles o Comitê Facilitador da Sociedade Civil Catarinense para a Rio +20, o grupo de Educação Indigena e o Instituto Çaracura.

Outro evento paralelo é a I Jornada Latino-Americana de Direito e Meio Ambiente, organizada pelo Grupo de Direito Ambiental na Sociedade de Risco (GPDA). O objetivo é promover o debate científico dos principais desafios e perspectivas para a proteção e uso sustentável da biodiversidade, especialmente de biomas paradigmas como os existentes no Brasil e na Costa Rica. O GPDA também promove um julgamento simulado do Código Ambiental Catarinense.

No dia 22 de novembro, às 18h, será realizada a Oração Ecumênica pelo Planeta, que tem por objetivo afirmar o compromisso ético intergeracional na construção de um mundo melhor e mais sustentável. A celebração será no Templo Ecumênico da UFSC, às 18h, e será conduzida pelo Frei Luiz Antonio Frigo e pelo professor Daniel José da Silva.

A programação da SEPEX conta ainda com nove palestras, três delas integradas à Semana da Agronomia. Outros temas de palestras são qualidade de vida na maturidade, lixo eletrônico e a bacia do Rio Araranguá e o meio ambiente, com lançamento do vídeo O Grito do Rio Araranguá.

Pluralidade cultural na Sepex

A Programação Cultural inclui atividades diversificadas, todas gratuitas e abertas à comunidade. A maioria das atrações acontece no Palco Sepex, junto ao Centro de Convivência. São apresentações de música, de dança, teatro, feira de artesanato e exposições. A coordenação é de Clóvis Werner, do Departamento Artístico Cultural/Secult.

Na música se destacam a Batalha de MC’s da Alfândega, Madrigal e Orquestra de Câmara da UFSC e o Grupo Milonga Urbana (dia 21). No dia 22 se apresentam o Coral Infanto-Juvenil do Colégio de Aplicação e Projeto Aplica Som. Com repertório da MPB, o Coral da UFSC vai apresentar músicas à capela e acompanhadas por instrumentistas do grupo. Dia 23 apresentam-se o Grupo de Canto Vozes da Ilha e o Projeto Violas da Ilha.

Os visitantes podem assistir a vários espetáculos de dança: indiana, cigana, folclórica, de rua, roda de capoeira de Angola, dança do ventre, samba de roda e Grupo de Boi de mamão do Núcleo de Desenvolvimento Infantil. As apresentações teatrais incluem Cenas da Ilha: Teatro de Rua, baseada em contos de escritores catarinenses (dia 21); leituras de Dom Quixote de La Mancha (dia 22); Seu Aqueu e seus filhos, um besteirol que visa também provocar reflexão; e A descoberta do mundo, peça baseada em Clarice Lispector (dia 23).

No Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, na Praça Santos Dumont, nos dias 23, 24 e 25, sempre às 20h, será apresentada A Tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca, com o Grupo Pesquisa Teatro Novo e grupo de Taiko Shimadaiko. A montagem é baseada na versão de 1603 da peça de William Shakespeare, com tradução de José R. O´Shea (UFSC), no teatro oriental Kabuki e tem direção de Carmen Fossari.

A exposição Cinco Olhares sobre a Colonização Açoriana exibe a visão de Plinio Verani, Elias Andrade, Soli, Hassis e Neri Andrade sobre essas heranças culturais que se distribuem ao longo do litoral catarinense. A mostra acontece no Espaço Cultural do Núcleo de Estudos Açorianos (ao lado do museu universitário).

Fonte texto: Agecom/UFSC
Foto: Santiago Siqueira / www.santiago.pro.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

UM PASSO ATRÁS


Tenho poucas certezas na vida e uma delas é que a humanidade não inventou uma máquina do tempo que fosse capaz de voltar no tempo, mas a imaginação sobre as possibilidades de uma invenção já tomou conta de muita gente.

A possibilidade de voltar e realizar coisas de modo diferente... dizer não ao invés de sim, ou dizer sim no lugar do não; abraçar mais uma vez, ou simplesmente observar platonicamente a infância que já não é mais minha.
Uma máquina do tempo só faz sentido porque há o tempo, se o tempo não passasse, e ainda bem que ele passa, o desejo de mudança nunca existiria. Com o tempo vem as conquistas e as frustrações; as alegrias e as tristezas. Com o tempo todos os sentimentos antagônicos vão se revelando como que na expectativa de que é assim que o tempo passa.


Não é possível tomar decisões já tomadas, não posso voltar no tempo e deixar de beber um copo de água que bebi na semana passada, não posso trocar o sabor do sorvete que escolhi no último verão a decisão já foi tomada e…

Como votou seu deputado no processo contra Temer?

Câmara nega autorização para processo contra Temer no Supremo
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira, por 263 votos a 227 e 2 abstenções, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir processo criminal contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva (SIP 1/17), seguindo parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
"A decisão da Câmara dos Deputados de não autorizar a instauração de processo contra o presidente da República será comunicada ao Supremo Tribunal Federal, no prazo regimental", disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao anunciar o resultado.
No total, 492 dos 513 deputados votaram o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Rodrigo Maia deixou de votar por motivo de impedimento regimental, por estar comandando a sessão.
VEJA AQUI COMO VOTOU SEU DEPUTADO
Esta foi a primeira vez que a Câmara dos Deputados votou uma solicitação para instauração de processo contra um pre…