Pular para o conteúdo principal

O papel do papel moeda no desenvolvimento de um país.

sde44rpqe4Os alunos da turma 71, ao desenharem uma nota que representaria o dinheiro de seu país, levantaram uma questão discutida em grupo, a saber: Qual a importância da moeda no desenvolvimento de um país?
DSC0781f5a5

Munidos de papel, caneta e breves argumentos os alunos produziram suas defesas que aqui tornamos público.

Comentários

  1. Quando a economia começou a criar excedentes, é que, surgiu a necessidade de trocas de mercadorias que se produziam, por outras que não eram produzidas internamente; pois, é nesta fase, que começa a surgir algo que sirva como mediador, no intercâmbio entre os produtos. Esta fase teve como inicio, mais ou menos, por volta da passagem do estagio paleolítico, ou da pedra lascada, para o neolítico, ou como é comumente conhecida, de Revolução Agrícola que foi a primeira revolução que aconteceu na história. Na era paleolítica não se trocava nada. O que se encontrava na natureza era de imediato consumido, de acordo com o surgimento da fome de cada participante da tribo, onde fazia parte. Esta fase da história durou séculos e séculos, até o homem encontrar maneiras de como se sedentarizar, quer dizer, não viver de arribada em busca de alimentação, ou fugir das intempéries que são próprias da natureza universal.
    Na etapa paleolítica da história, não necessitava de meio de troca para a movimentação das mercadorias. Primeiro, não existiam mercadorias, porque não havia troca, o que estava à disposição do homem eram produtos, ou bens livres para o consumo de quem precisasse de forma livre. Segundo, para existir mercadorias é necessário que existam mercados; pois, não existiam excedentes, ou sobra de produção, não tinha como aparecerem as mercadorias. As mercadorias surgiram a partir da formação de excedentes, cujo montante era necessário trocar por produtos que determinada tribo não produzia, frente a isto, surgem os mercados, as mercadorias; e, consequentemente, algo que servisse como meio de troca entre os produtos; todavia, isto só veio acontecer na fase neolítica da história e que vem se aperfeiçoando até os tempos modernos, com possibilidade de durar séculos e séculos.
    O meio de troca que foi utilizado no processo de intercâmbio entre as mercadorias; com o transcorrer da história foi chamado de moeda, e, nos tempos hodiernos, bem mais especializado do que se esperava. No começo da utilização deste instrumento de troca, a Economia usou como padrão de intercâmbio, algumas mercadorias, que tivessem algumas características próprias, como por exemplo: fossem duráveis, não se deteriorassem com o tempo, pudessem servir como acúmulo de valor, tivessem alguma equiparação de valor e fossem aceitas por toda comunidade. A história mostra que alguns produtos do dia a dia tiveram função de moeda, tais como, o boi, o peixe seco, cigarro, sal, metais preciosos e muitos outros produtos da época; contudo, os únicos que foram aprovados por longo tempo, foram os metais preciosos, por terem todas as características

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…