Pular para o conteúdo principal

EUA é o país rico com maior número de pobres

Nada menos do que 15,8% dos habitantes da maior economia do mundo sofrem privações graves, principalmente no que se refere à longevidade e ao conhecimento. A cada mil bebês nascidos entre 1999 e 2000, 128 não devem chegar aos 60 anos de idade, e 20,7% da população adulta norte-americana são analfabetos funcionais.

Os EUA são o pior colocado no ranking de pobreza entre os 17 países mais ricos listados, aponta o relatório 2001 do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Veja o ranking:

Países

População

1. Suécia

6,9%

2. Noruega

7,5%

3. Holanda

8,5%

4. Finlândia

8,8%

5. Dinamarca

9,1%

6. Alemanha

10,5%

7. Luxemburgo

10,7%

8. França

11,1%

9. Japão

11,2%

10. Espanha

11,5%

11. Canadá

12,1%

12. Itália

12,3%

13. Bélgica

12,5%

14. Austrália

12,9%

15. Reino Unido

15,1%

16. Irlanda

15,3%

17. EUA

15,8%

A tabela acima mostra a colocação dos 17 países mais ricos no ranking do IPH-2 (Índice de Pobreza Humana-2), relativo aos países desenvolvidos. O Brasil entra no IPH-1, dos países em desenvolvimento. O número ao lado é relativo à porcentagem da população que sofre privações como analfabetismo funcional, desemprego e probabilidade de morrer antes dos 60 anos, critérios que compõem o índice de pobreza.

Os EUA, que possui o 2º maior PIB per capita mundial (US$ 31.872), tem dificuldades para distribuir sua riqueza e os efeitos benéficos que ela proporciona com equanimidade: 14% da população norte-americana vive com menos de US$ 11 por dia –o que significa menos de US$ 4 mil por ano, ou um oitavo da renda média do país.

O relatório da ONU mostra também diferenças raciais acentuadas. O IDH da população branca dos EUA é 13% maior do que o da população hispânica, e 7,5% superior ao dos afro-americanos.


Fonte: http://www.economiabr.net/2001/08/01/eua_pobres.html Acesso em ‎7‎ de ‎junho‎ de ‎2003.

Obs.: Tentei acessar o link acima em 09/08/2012 e o mesmo está redirecionando para outro site. Sugiro cautela antes de prosseguir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…