Pular para o conteúdo principal

Estantes do projeto Floripa Letrada continuam sendo abastecidas durante recesso escolar

Foto Divulgação                                                                                                                                   As aulas para os alunos da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis voltam no dia 14 de fevereiro, mas quem gosta de leitura pode aproveitar o projeto “Floripa Letrada – A palavra em movimento” que continua recebendo livros.

A iniciativa mantém quatro pontos de distribuição de exemplares gratuitamente nos terminais de integração do Centro, Trindade, Rio Tavares e Canasvieiras. Os usuários têm à disposição materiais para serem lidos na espera do transporte coletivo, dentro do ônibus ou durante o trajeto da viagem.

Só em 2011, no Terminal Integrado do Centro foram disponibilizadas 400 obras por dia. O objetivo para 2012, quando a iniciativa completa dois anos, é ampliar o projeto para o Terminal Cidade de Florianópolis, que atende os moradores da região metropolitana da Capital.

Como funciona

1. Os leitores podem pegar a obra nos expositores (estantes) de um dos terminais do projeto.

2. Se desejar, o livro ou a revista pode ser levado para ler durante o trajeto da viagem.

3. Outra opção é levar a obra para ler em casa.

4. Após a leitura, é importante devolver o material. A entrega pode ser feita em um dos expositores para que outras pessoas também possam ler.

6. Para aumentar o número de obras, a comunidade pode fazer doações. É só ligar: (48) 3251-6100. Se necessário, o projeto disponibiliza um veículo para pegar o material.

Identificação

Além do carimbo “Floripa Letrada”, as obras do projeto são identificadas pelo selo de Venda Proibida. Essas marcas têm o objetivo de impedir que livros e revistas sejam negociados em sebos. Grande parte de proprietários desses locais também fazem sua parte, comunicando à Secretaria de Educação do município quando alguém tenta comercializar as obras nos estabelecimentos.

Fonte: Site da PMF

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diário de Classe

IMPORTÂNCIA DO PREENCHIMENTO CORRETO DO DIÁRIO DE CLASSE
O Diário de Classe é um documento oficial da Unidade Escolar e um instrumento de responsabilidade do PROFESSOR com a finalidade de registrar e documentar a frequência e o aproveitamento individual do aluno regularmente matriculado. É também, o documento de controle e confirmação do trabalho do professor e dos alunos. Devido à sua importância, deverá ser preenchido somente pelo professor de forma cuidadosa, sem rasuras e à caneta. ATRIBUIÇÕES DO PROFESSOR REFERENTES AO DIÁRIO DE CLASSE - Preencher o diário de classe de acordo com as aulas ministradas, conforme as orientações estabelecidas no Regimento Interno da U.E.; - Garantir a clareza e a sequência lógica nos registros dos conteúdos de forma que seja possível identificar a relação entre o diário de classe e o planejamento pedagógico; - Lançar os registros diariamente; - Preencher o diário com letra legível, sem erros ou rasuras; - Não fazer registros a lápis no diário…

Sorriso e Silêncio

A mensagem acima, eu li em um perfil de uma rede social. Fiquei pensando sobre os problemas da simplificação da mensagem que aponta para a ideia de que o silêncio é uma maneira de se evitar os problemas.
Penso que estamos onde estamos por enfrentar os problemas e não evitá-los. As doenças sempre foram um problema para a humanidade e as enfrentamos, a gravidade foi, num passado próximo, um problema e hoje temos satélites em órbita porque ela foi enfrentada e não evitada. 
Na verdade o problema não é, em última análise, o problema. Ademais, quando da existência de um problema, o sorriso não me ajuda muito a resolvê-lo. 
Bons livros, horas de pesquisa e muita dedicação sim, pode me ajudar a resolver um problema.
Sobre o silêncio, outro equívoco, o silêncio não é a maneira de evitar os problemas, pelo contrário, o silêncio pode causar muitos problemas. Vocês lembram do Holocausto? Fruto da loucura de uns e do silêncio de outros.
Uma possível correção da legenda na mensagem acima seria, não fiq…