Chuva na capital mineira já superou em 61% média esperada para dezembro

volume de chuva que atingiu a região metropolitana de Belo Horizonte nos primeiros 18 dias de dezembro já superou em 61% a média esperada para todo o mês, segundo a Coordenadoria de Defesa Civil da cidade. No fim de semana, a forte chuva causou deslizamentos de terra, desabamentos, pontos de alagamentos e agravou ainda mais os prejuízos causados pelo temporal da semana passada. A prefeitura chegou a decretar situação de emergência no sábado (17).

Devido à frente fria que está sobre a Região Sudeste do país, a previsão é que boa parte de Minas Gerais continue enfrentando fortes chuvas durante todo o dia de hoje (19). Uma das principais vias da cidade, a Avenida Cristiano Machado, continua parcialmente interditada após o asfalto ter cedido à força da água.

Ao todo, 19 municípios mineiros já decretaram situação de emergência. Além disso, 42 cidades foram afetadas pelas forte chuva, embora não tenham decretado situação de emergência.

Segundo o último balanço da Defesa Civil estadual, divulgado esta manhã, as chuvas destruíram 38 casas e danificaram mais 1.409 moradias em todo o estado. Até o momento, há 459 pessoas desalojadas, 30 desabrigadas, além de duas mortes e quatro feridos. A Defesa Civil estima que pelo menos 21,5 mil pessoas foram afetadas.

Nas cidades históricas de Mariana e de Ouro Preto, muitas famílias tiveram que abandonar as casas onde moravam. A situação é pior em Mariana, na região central do estado, onde 300 pessoas foram afetadas e o abastecimento de água e de energia elétrica foi cortado.

Originalmente publicado em Agencia Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas