Pegada hídrica: você sabe a quantidade de água que consome todos os dias?

Criado em 2002, o conceito de pegada hídrica serve como um indicador da quantidade de água gasta na fabricação de produtos e consumida pelas pessoas não apenas de forma direta (quando abrimos uma torneira), mas também indireta (quando compramos uma roupa ou tomamos um café).

Depois de preparar arroz para o almoço, é difícil imaginar que para um quilo do alimento estar à mesa, 2.500 litros de água foram gastos. Para a produção de carne, o número é ainda maior: para cada quilo, são 15.400 litros de água. Nestes casos, a “conta” considera o volume de água usado para produzir algo desde a extração da matéria-prima até as mãos do consumidor.

A pegada hídrica também vale para países. Na média anual, os norte-americanos têm uma pegada de 2.482 m3. Já a média global é de 1.243 m3 de do Brasil é de 1.381 m3. Aqui, 5% vêm do consumo doméstico, em atividades cotidianas. A maior parte (95%) corresponde ao consumo de produtos industriais e agrícolas.

No caso da indústria, a pegada traduz a soma das quantias de água necessárias para fabricar um produto, desde o cultivo de matéria-prima até o uso final. Um dos objetivos dessa ferramenta de cálculo é oferecer às empresas um raio-x que pode facilitar o desenvolvimento de processos mais econômicos e corretos, sem desperdícios e poluição. Algumas empresas como Unilever, WWF, PepsiCo e Natura apoiam oficialmente o uso da pegada hídrica.

A pegada hídrica é dividia em três tipos: a verde, que considera o volume de água pluvial evaporada ou incorporada no produto, a azul, sobre o volume de água superficial ou do solo que também foi evaporada ou incorporada no produto, e a cinza, volume de água doce que foi poluída para a produção.

Para descobrir a sua
A pegada hídrica ajuda a criar um novo olhar sobre o consumo, já que mostra informações muitas vezes desconhecidas pelo consumidor final. O site Water Footprint disponibiliza um questionário (em inglês), com perguntas como quantas xícaras de café você bebe e quantos banhos você toma por dia. O sistema considera o país de origem e dá o resultado da pegada hídrica individual em metros cúbicos por ano, além de separar o consumo por categorias – assim você pode ver onde gasta mais.

E você, tem uma pegada hídrica grande ou é mais econômico?

Fonte: Blog da Super Interessante acesso em 07/10/2011

As críticas eu deixo a cargo do professor em sua sala de aula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas