Situação do Caldeirão no Morro das Pedras

Defesa Civil Municipal alerta para ressaca. Moradores confirmam piora da situação e o risco eminente de queda de postes de luz e inter...

Enem - Provas de 22 e 23 de outubro serão aplicadas a 5,3 milhões de pessoas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 será aplicado a 5.366.780 pessoas, em todo o país. O número corresponde ao total de participantes que tiveram a inscrição confirmada. Foram considerados isentos 3.798.874 (70,8%) dos inscritos. Eles estão, portanto, liberados do pagamento da taxa de inscrição, de R$ 35. As provas serão realizadas em 22 e 23 de outubro, sob a responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) do Ministério da Educação.

Entre os estudantes matriculados no último ano do ensino médio (concluintes), 1.224.157 são oriundos de escolas públicas; 276.465 informaram vínculo com instituições da rede particular de ensino. Em busca do certificado de conclusão do ensino médio, registraram-se 545.798 inscrições.

Pedidos de atendimento especial para a realização da prova foram apresentados por 60.543 inscritos, dos quais 33.328 são pessoas que guardam o sábado. No dia 22 de outubro, elas farão o exame em horário diferente — começarão a responder o caderno de provas após o pôr do sol, mas devem chegar aos locais de prova no mesmo horário dos demais inscritos — entre 12h e 13h. Eles ficarão em salas específicas, à espera do momento de iniciar o exame, e terão o mesmo tempo (quatro horas e meia) que os demais para fazer a prova.

Pediram salas de mais fácil acesso 11.606 participantes; sala hospitalar, 842. Os pedidos de prova com letras ampliadas foram feitos por 5.994 pessoas; outras 325 farão o exame em braile e 3.079, com um auxiliar para a leitura (ledor). Vão precisar de ajuda para a transcrição 3.867 candidatos; 1.502 necessitarão de intérprete da língua brasileira de sinais (libras).

Regiões — Entre as regiões, o Sudeste registrou o maior número de participantes, com 1.971.958 inscrições. Vêm a seguir, Nordeste (1.692.830), Sul (667.581), Norte (552.511) e Centro-Oeste (481.900).

Por faixa etária, o exame deste ano tem a maior concentração de inscritos entre 21 e 30 anos (1.704.820 estudantes).

As provas do sábado, 22 de outubro, abordarão as áreas de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. As de domingo, 23, abrangerão linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias.

As diretrizes do Enem de 2011 constam do Edital do Inep nº 7, de 18 de maio de 2011, publicado no Diário Oficial da União de 19 de maio último, seção 3, página 40.

Fonte: MEC

Por que o professor tem de ganhar menos que outros trabalhadores?

Comissões debatem medidas de valorização dos professores. A Comissão de Educação e Cultura e a Comissão Especial do Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10) realizam hoje audiência pública conjunta para debater medidas de valorização dos professores. A reunião será realizada às 9h30, no Plenário 10.

Hoje, por lei, os professores da educação básica devem receber pelo menos R$ 1.187,97 mensais. Mas, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), boa parte dos estados e municípios não cumpre esse piso. O PNE prevê a aproximação do salário do professor ao rendimento médio dos demais profissionais com escolaridade equivalente.

A lei que trata do piso dos professores foi publicada em 2008 (Lei 11.738), porém uma brecha na norma permitia que os entes incluíssem no valor eventuais vantagens ou gratificações pagas aos docentes. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de maio deste ano pôs fim à questão e definiu que os R$ 1.187,97 referem-se apenas ao vencimento básico, sem acréscimos. Mesmo assim, conforme a CNTE, o valor não está sendo cumprido. A confederação estima que professores de pelo menos 19 estados mais o Distrito Federal fizeram greve neste ano para pressionar pelo pagamento do piso.

Orçamento
A dirigente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) Leocádia Maria da Hora afirma que os secretários municipais aprovam a criação do piso, mas alegam que não têm recursos para pagá-lo. “O magistério é uma profissão em clara desvalorização. Se continuarmos assim, não iremos atrair bons profissionais para a área”, diz.

A solução, segundo Leocádia, seria o repasse de verbas da União para os outros entes. Essa complementação orçamentária já está prevista na Constituição e em regulamentos do Ministério da Educação (MEC). A Undime reclama, contudo, da burocracia necessária para o uso da verba.

A deputada Fátima Bezerra (PT-RN), que sugeriu a audiência pública, defende a aplicação integral do piso e afirma que qualquer melhoria nos índices educacionais de um país passa pela valorização dos profissionais do ensino. “Um salário justo é apenas um dos direitos desses trabalhadores. Mas não basta isso, é preciso também prover estrutura para seu desenvolvimento, com fornecimento de livros de qualidade, inclusão digital, cursos de qualificação e intercâmbio com profissionais de outras instituições de ensino”, exemplificou.

Foram convidados para a audiência, entre outros:
- a vice-presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Sandra Bernadete Moreira);
- o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão;
- o secretário de Assuntos Educacionais da CNTE, Heleno de Araújo Filho;
- o presidente do Fórum de Professores das Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), Gil Figueiredo;
- o diretor do Conselho Fiscal do Proifes, Helder Machado Passos;
- a coordenadora-geral da Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra), Léia de Souza Oliveira;
- a presidente da Associação de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped), Dalila Andrade Oliveira;
- a presidente da Associação Nacional pela Formação de Profissionais da Educação (Anfope), Iria Brzezinski;
- a presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleuza Rodrigues Repulho;
- a presidente da Associação Nacional pela Formação de Profissionais da Educação (Anfope), Iria Brzezinski.

Fonte: Originalmente publicado pela Agência Câmara.

Vista a Minha Pele

O documentário "Vista a Minha Pele" é uma paródia da realidade brasileira que discute racismo e preconceito. Nesta história, os negros são a classe dominante e os brancos foram escravizados. Os países pobres são Alemanha e Inglaterra. Os países ricos são da África. Maria é uma menina branca, pobre, que estuda em um colégio particular graças a uma bolsa de estudo, já que a mãe é faxineira na escola. A maioria de seus colegas a hostilizam, com exceção de sua amiga, que é filha de um diplomata, que morou em países pobres e tem outra visão da sociedade. Com todas as adversidades, Maria quer ser "Miss Festa Junina" da escola. Conta com a ajuda da amiga Luana e as duas vão se envolver em uma série de aventuras para alcançar seus objetivos.

Fonte: Canal TVNBR no Youtube.

Alunos participam de saída a campo

Estudantes da Escola Municipal Batista Pereira, do Ribeirão da Ilha, conheceram na tarde da última sexta-feira (26) a Estação de Tratamento de Água (ETA/CASAN) que abastece as regiões leste e sul da Ilha. A educadora chefe do Departamento de Educação Ambiental da Floram, Sayonara Amaral coordenou a visita.

Os alunos da 8ª série sob o olhar atento da Professora de ciências, Patrícia Speranza, puderam conhecer de perto a forma como a água é tratada e distribuída para depois chegar a comunidade. A educadora ambiental da Floram lembrou que “esse tipo de visita é muito importante, pois as pessoas esquecem-se da existência deste local, e muitas vezes sequer entendem de onde e como a água chega à torneira das suas casas”.

Alunos recebem aula de Educação Ambiental no auditório do Parque Municipal Lagoa do Peri.Durante o passeio trabalho de campo a aluna especial Stéphanie Pinho deu exemplo aos colegas afirmando que “o parque além de um local de educação e preservação, também é um espaço de lazer à comunidade, e todos devem saber como preservá-lo”.

A professora Patrícia contou que “na programação anual da turma são programadas quatro visitas a campo em importantes unidades do município, pois sempre existirão alunos buscando conhecer como é o funcionamento da Estação”.

Jovens aprendem sobre o abastecimento de água do município.Além de entenderem como funciona uma central de tratamento, os estudantes passaram pelo Parque Municipal Lagoa do Peri e tiveram uma aula de Educação Ambiental onde a bióloga Saynora ressaltou a responsabilidade de todos em lutar por aquilo que conhecemos. "Visitas in-loco fazem com que nossas escolas formem cidadãos comprometidos com o meio ambiente e as formas de respeitá-lo".

As alunas Marina e Lorena Oliveira (primas), aprovaram a iniciativa da escola com a Floram. "Só temos a ganhar com essas visitas a campo, adoramos”.

Originalmente publicado no site www.pmf.sc.gov.br

Boletim informativo da Biblioteca Universitária UFSC

A Biblioteca Universitária (BU) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lançou dia 25/08 a primeira edição do BU Informa, boletim quinzenal com informações do Sistema de Bibliotecas da UFSC. O informativo, em meio digital, visa divulgar as atividades internas da BU, além de integrar biblioteca e universidade.

A primeira edição tem como destaques a participação da BU no 24º Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação com os bibliotecários Alexandre Pedro Oliveira e Roberta Moraes de Bem. Também é destaque a conquista de recursos para a aquisição de livros, além da transferência dos acervos de Odontologia/CCS e Alberto Guerreiro Ramos/CSE.

O boletim está disponível no Portal BU, no link BU Informa.

O uso da Internet

A internet é uma ferramenta que coloca um mundo de informações e serviços à disposição das pessoas. Mas todo cuidado é pouco na divulgação de informações pessoais.

O vídeo do Jornal da Justiça deixa algumas orientações que podem serseguidas.

Comentário Infeliz na RBSTV

Quando ouvi o apresentador que fala do tempo no Jornal do Almoço da RBSTV de hoje 26/08, eu não acreditei... Para confirmar que o sol deixaria lugar para as nuvens no litoral catarinense ele disse: "alegria de pobre dura pouco" e o comentário foi seguido de uma risadinha da apresentadora.

O que será que as pessoas que sofrem no estado e em outras partes do país em consequência das chuvas, devido às condições econômicas e sociais que estão sujeitas, diriam desse comentário? Usar a televisão para falar que “alegria de pobre dura pouco” e rir por causa disso, em um estado que tem histórico complicado em relação aos fenômenos climáticos, é, no mínimo, um comentário infeliz.

Acredito que não houve intenção de ferir ou ridicularizar ninguém, mas certamente uma retratação seria, neste caso, bem vinda.

Vídeos do XI ENPEG

O Encontro Nacional de Práticas de Ensino de Geografia - ENPEG é um evento realizado a cada dois anos (o último foi realizado em 17 à 21 de Abril de 2011 na Universidade Federal de Goiás).

É organizado por um grupo de pesquisadores vinculados à instituições de ensino superior que investigam e produzem na área de ensino de Geografia.

Vejam os vídeos das conferências e mesas redondas clicando aqui ou acessando o site www.geografiaescolar.com.br

Feira do Livro da Editora da UFSC

Vai até o dia 02/09 a Feira do Livro da Editora da UFSC. A tenda foi montada em frente à Reitoria na praça da Cidadania na Universidade. É possível encontrar vários títulos de várias áreas. Além de publicações da EDUFSC outras editoras também se fazem presentes como a Edusp, Unicamp, EdUFPA, EdUNB, EdUFMG e IOESP editoras da Liga das Editoras Universitárias.
O preço é bastante atrativo e a qualidade dos títulos é um convite à visitação.

Os horários da feira do livro da UFSC é de 9 às 19h de segunda a sexta.

Mais informações pelo telefone 3721-9686

Creche da Areias do Campeche

A Prefeitura de Florianópolis irá inaugurar a Creche da Areias do Campeche, Sul da Ilha. O estabelecimento tem previsão para ser inaugurado no dia 3 de novembro.

A creche da Areias do Campeche teve um investimento de 1 milhão 734 mil, numa parceria entre a prefeitura e o Ministério da Educação. O espaço educativo, com 1.118 metros quadrados, contará com oito salas de aula. Com isto, a unidade poderá matricular 140 crianças em tempo integral. A unidade terá ainda biblioteca, anfiteatro e sala de informática.

A creche, que atenderá crianças de zero a seis anos, receberá o nome do Poeta João da Cruz e Sousa, que foi o maior simbolista do Brasil. Este ano é comemorado o sesquicentenário dele, nascido em 24 de novembro de 1861, na capital catarinense, então chamada de Nossa Senhora do Desterro.

Fonte: PMF

Um jeito novo de cortar o mato em terreno baldio

Será que o problema do mato alto neste terreno da Casan na Servidão Coruja Dourada vai ser resolvido com a vaca pastando?

001 copy002 copy

003 copyUma pena que a vaca não conseguiu comer o sofá que jogaram no terreno. Mas será que a Casan irá limpar, retirar os entulhos e murar o terreno de sua responsabilidade ou continuará fazendo vista grossa para o problema que só piora com a chegado do verão?

Com a palavra a Casan. Nosso blog está aberto para registrar sua manifestação e quem sabe a solução tão esperada.

Geada em Bom Retiro

Nesta manhã de domingo (21/08/2011) houve a confirmação da previsão do tempo sobre a geada no interior do estado de Santa Catarina. O gelo cobriu parte da vegetação onde o branco deixou a paisagem ainda mais bonita na região de Bom Retiro.

001005 copy009 copy040 copy

Tempo em Santa Catarina

Bom, para onde será que foi a massa de ar polar? Aqui, em Floripa, pelo menos até o momento presente é que ela não apareceu, pelo menos com a intensidade prometida pelos institutos de meteorologia.

Estamos aguardando.

Médico que atende em escola poderá ser pago com verba da educação

A Câmara dos Deputados* analisa o Projeto de Lei 853/11, que permite a remuneração de profissionais da saúde (médico, dentista, fonoaudiólogo, psicólogo, enfermeiro, entre outros) com verbas da educação. Para que os profissionais da saúde sejam pagos com o dinheiro da educação, eles devem cumprir jornada de trabalho integral na escola e prestar serviço única e exclusivamente nas unidades escolares da rede pública.

Mas será que professores que atuam em presídios podem ser pagos com verbas do ministério da justiça?

E mais, será que os profissionais de saúde que trabalham em escolas vão ganhar o mesmo piso que o professor?

* Agência Câmara de Notícias

O tempo

Bem, estou aguardando a tal falada massa de ar polar chegar aqui em Santa Catarina, mas o que percebo até o momento é um dia nublado com temperatura amena nada muito diferente do que ocorreu ontem.

Concurso Público para Educação em Santa Catarina

IMG0001BSegundo matéria no Jornal Notícias do Dia de 16/08/2011, o Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina deu prazo de 90 dias para que a Secretaria de Educação apresente plano de trabalho para levantar o déficit de professores na rede pública estadual e realização de concurso público.

Será que teremos profissionais qualificados, experientes e comprometidos com a educação (e não fazer dela um bico) dispostos a receberem (o que seria o piso para o professor em início de carreira) R$ 1.187,00 por mês? Mesmo sabendo que o salário mínimo regional varia de R$ 630,00 a R$ 730,00. Será que teremos professores dispostos a ganharem menos que dois salário mínimos por mês?

Vou ficar esperando sair o edital, nele teremos a certeza de qual será o salário desses possíveis novos professores. Eu continuo com a minha campanha Piso nacional só se for maior que o salário do prefeito local. Quem sabe o governo de Santa Catarina não adota essa ideia e sai na frente na verdadeira valorização dos professores?

Globalização

aouisdqwEste é o problema da Globalização, a maneira como ela está desenhada o que caracteriza essa Globalização, neste padrão de vida, não cabe todo mundo. Continuar lendo

Servidão Coruja Dourada– 88066-035

2011-06-30

Esta é a imagem da Servidão Coruja Dourada em 09/08/2011.

Curso De Formação Política Para Profissionais da Educação

Estão abertas as inscrições para o Curso De Formação Política Para Profissionais da Educação, oferecido pela Assembleia Legislativa - Escola do Legislativo, aos Profissionais da educação que atuam  em escolas da rede pública e particular e órgãos ligados a educação do Estado de Santa Catarina.

O Cursopropiciará momentos de reflexão e aprofundamento de temas relacionados à história e organização política; legislação, política e políticas públicas; ética, democracia e cidadania  e educação, inclusão e diversidade, possibilitando a estes profissionais, melhores condições de contribuir e estimular a formação de uma consciência mais crítica, consciente e participativa entre seus estudantes e órgãos e instituições educacionais  que atuam.

Os encontros acontecerão de 24 de agosto a 23 de novembro de 2011, todas quarta e quinta - feiras, das 18h30 às 21h30, no Plenarinho Paulo Stuart Wright, da Assembléia Legislativa de Santa  Catarina. A programação completa esta disponível no site da Escola do Legislativo. A carga é de 78h/ae a inscrição deverá ser efetuada pelo site www.alesc.sc.gov.br/escola.

Maiores informações pelos fones 3221 2828, 3221 2927 e 32212960  ou e-mail: cidadaniaescola@alesc.sc.gov.br.

Mapeando nosso site

kas8237nasd

O Google disponibiliza uma ferramenta muito interessante para mapear as visitas nos sites da Web. Na tabela acima temos os percentuais das visitas no meu site www.santiago.pro.br por cidade. Para mais detalhes sobre o Google Analytics e como você pode utilizá-lo em seu Blog consulte o site da Google.

Vacinação contra a pólio e o sarampo segue na capital

Vacina está disponivel nos Centros de Saúde

foto/divulgação:

As vacinas contra a poliomielite e o sarampo seguem a disposição nos Centros de Saúde da capital.  Até sábado 67% das crianças já haviam sido imunizadas contra a poliomielite em Florianópolis. A meta é imunizar cerca de 23 mil crianças com menos de cinco anos de idade durante toda a campanha que encerra dia 26 de agosto. Mesmo as que já tenham tomado a medicação devem ser vacinadas. Em caso de dúvidas a orientação é procurar a Unidade de Saúde mais próxima.

Já com relação ao sarampo o objetivo é imunizar até o dia 16 de setembro cerca de 26 mil crianças maiores de um ano e menores de sete anos de idade. Nos últimos meses foram registrados inúmeros casos da doença em países da Europa, e em virtude do transito de turistas entre aquele continente e o Brasil há o risco da entrada do vírus no país.

Fonte: PMF

Concertos didáticos divulgam música erudita em escolas municipais

n637n276jA Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC) e a Secretaria Municipal de Educação (SME) pretendem ampliar o acesso de estudantes da rede pública à música erudita.  Até novembro, a cada 15 dias, uma unidade escolar receberá a visita do projeto ‘Concertos Didáticos da Orquestra Escola’, com o objetivo de despertar o gosto musical em crianças e adolescentes.

Realizado pela primeira vez na rede municipal, o projeto de Concertos Didáticos da orquestra iniciou na escola básica Gentil Mathias, nos Ingleses, e tem mais oito apresentações agendadas até 21 de novembro em unidades educativas que já introduziram o ensino da música na grade curricular. O agendamento das visitas é coordenado pela professora Rose Aguiar e Silva, do corpo técnico da Fundação Franklin Cascaes, que atua no Programa de Capacitação de Professores da Rede Municipal na área de música.

A programação cultural busca compartilhar experiências sonoras no ambiente escolar, contribuindo para o processo de formação de plateia. A proposta visa ainda à valorização do trabalho de educação musical realizado em sala de aula, oportunizando aos alunos assistir ao vivo um concerto. Nos intervalos, os integrantes do projeto Orquestra Escola falam sobre suas experiências e explicam o papel de cada instrumento musical utilizado nas apresentações.  A SME garante o transporte dos músicos e a estrutura para a realização da atividade.

Criada em 2006, a Orquestra Escola da Fundação Franklin Cascaes promove a inclusão social de crianças e adolescentes por meio da música. Realizado gratuitamente, o projeto atende atualmente cerca de 150 alunos em oficinas ministradas no Forte Santa Bárbara, sede administrativa da FCFFC. A iniciativa conta com o patrocínio da Tractebel Energia S.A., por intermédio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura (MinC), e tem supervisão técnica do maestro Carlos Alberto Angioletti Vieira, regente da Orquestra Sinfônica de Florianópolis.

Serviço:

O Quê: Concerto Didático da Orquestra Escola da Fundação Franklin Cascaes

Quando: segunda-feira (15/08) – 14h

Onde: Escola Básica José Amaro Cordeiro – Morro das Pedras

Quanto: gratuito

Agenda de Apresentações

15/08– Escola José Amaro Cordeiro – Morro das Pedras (14h)

29/08 – Escola Donícia Maria da Costa – Saco Grande (14h)

12/09 – Escola Batista Pereira – Ribeirão da Ilha (14h)

26/09 – Escola Luiz Cândido da Luz – Vargem do Bom Jesus (14h)

10/10 – Escola Dilma Lúcia dos Santos – Armação (14h)

24/10 – Escola Acácio Garibaldi – Barra da Lagoa (14h)

07/11 – Escola Mâncio Costa – Ratones (14h)

21/11 – Escola João Gonçalves Pinheiro – Rio Tavares (14h)

Fonte: PMF

CURSOS DO ARTE NA ESCOLA

O programa Arte na Escola ? Polo UFSC realiza três cursos gratuitos. Inscrições a partir de 15 de agosto. Há opção de curso para professores e estudantes de Artes, Design, Publicidade e público em geral.

Os três cursos que estão sendo oferecidos são: O Pedagogo e a Música: propostas para pensar e agir no Ensino Fundamental; A Montagem Teatral na Escola: caminhos e perspectivas; e Semiótica da Arte Visual: leitura e interpretação.

Veja informações sobre os cursos e os ministrante no site

http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/08/cursos-do-arte-na-escola.html

Desafios Socioambientais às Megalópoles Latino-Americanas

O seminário "Desafios Socioambientais às Megalópoles Latino-Americanas: Os Casos de São Paulo e da Cidade do México” será realizado no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP) no dia 18 de agosto, a partir das 14h.

O evento é uma realização do Grupo de Pesquisa de Ciências Ambientais do IEA e do Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Os expositores serão Naxhelli Ruiz, da Universidade Autônoma do México, Paul Van Lindert, da Universidade de Utrecht (Holanda), e Wagner Costa Ribeiro, do IEA e da FFLCH.

O seminário será realizado na Sala de Eventos do IEA, localizado na R. Praça do Relógio, 109, Bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo.

O evento terá transmissão ao vivo pela internet em www.iea.usp.br/aovivo

Mais informações: www.iea.usp.br, Inês Iwashita: ineshita@usp.br ou (11) 3091-1685.

Fonte: AGÊNCIA FAPESP

De novo a Mega-Sena

Continuando a estratégia da Mega-Sena ai vai a “notícia”:

A Mega-Sena Acumulou! Segundo o site da Caixa Econômica Federal o concurso de nº 1310 acumulou e poderá pagar um prêmio de R$ 24.000.000 para o próximo concurso, a ser realizado 17/08/2011.

Os números sorteados no concurso nº 1310 foram 08 – 09 – 14 – 32 – 53 – 59

Fonte: http://www1.caixa.gov.br/loterias/loterias/megasena/megasena_resultado.asp

Há pena de morte no Brasil?

A Carta Capital publicou uma matéria com Walter Maierovitch, jurista e professor, foi desembargador no TJ-SP. O título da matéria é O boom dos “homicídios legais” onde Maierovitch fala do aumento da pena de morte no mundo. Só nos Estados Unidos, de acordo com a matéria, no chamado corredor da morte, encontravam-se 3.261 condenados em 1º de janeiro de 2011.

Maierovitch diz que o título de “Estado assassino” de 2010 ficou com a China. Das 5.837 ocorridas no planeta, 85% consumaram-se na China. O segundo posto coube ao Irã (564 eliminados) e o terceiro à Coreia do Norte (19). Para que se possa comparar, em 2009 o Irã havia cumprido 402 execuções capitais. A Coreia do Norte matou 17 sentenciados.

Não quero ser inocente ao ponto de acreditar que no Brasil, um dos maiores produtores de grãos do mundo e onde ainda se morre de fome, não tenha, de certa forma, a pena de morte. Neste caso, uma "pena de morte social".

Fico triste ao imaginar quantos, no Brasil, estão no “corredor da morte”... e mais triste ainda é o fato disso estar se naturalizando nas filas dos serviços públicos de saúde, nas mortes pela situação de miserabilidade, devido ao uso de drogas, sem falar na "pena de morte" decretada aos que não têm acesso a uma educação de qualidade e ficam à mercê de uma educação politiqueira e demagógica, voltada ao domínio dos condenados à morte pela sua condição social.

Há pena de morte no Brasil?

A Carta Capital publicou uma matéria com Walter Maierovitch, jurista e professor, foi desembargador no TJ-SP. O título da matéria é O boom dos “homicídios legais” onde Maierovitch fala do aumento da pena de morte no mundo. Só nos Estados Unidos, de acordo com a matéria, no chamado corredor da morte, encontravam-se 3.261 condenados em 1º de janeiro de 2011.

Maierovitch diz que o título de “Estado assassino” de 2010 ficou com a China. Das 5.837 ocorridas no planeta, 85% consumaram-se na China. O segundo posto coube ao Irã (564 eliminados) e o terceiro à Coreia do Norte (19). Para que se possa comparar, em 2009 o Irã havia cumprido 402 execuções capitais. A Coreia do Norte matou 17 sentenciados.

Não quero ser inocente ao ponto de acreditar que no Brasil, um dos maiores produtores de grãos do mundo e onde ainda se morre de fome, não tenha, de certa forma, a pena de morte. Neste caso, uma "pena de morte social".

Fico triste ao imaginar quantos, no Brasil, estão no “corredor da morte”... e mais triste ainda é o fato disso estar se naturalizando nas filas dos serviços públicos de saúde, nas mortes pela situação de miserabilidade, devido ao uso de drogas, sem falar na "pena de morte" decretada aos que não têm acesso a uma educação de qualidade e ficam à mercê de uma educação politiqueira e demagógica, voltada ao domínio dos condenados à morte pela sua condição social.

A Estratégia da Mega-Sena

hue748as49o9oVou usar a mesma estratégia de algumas emissoras de TV quando elas não tem assunto, (e olha que isso não é novidade) para tapar os buracos de uma pauta fraca. Percebo que algumas utilizam estratégias diversas, entre elas a da mega acumulada…

Como até o momento 21:03h o site da Caixa não tinha informações sobre o concurso nº 1310 então não posso falar se a Mega-Sena acumulou ou não.

Percebeu como a estratégia funciona? Sem assunto = mega-sena = post feito.

Baleia no Pântano do Sul

ba2l3e2ia23Em Florianópolis uma bela imagem de uma Baleia e seu filhote, brincando nas tranquilas águas da praia do Pântano do Sul.

Segundo o Projeto Baleia Franca as baleias francas visitam o litoral do Brasil para ter e cuidar de seus filhotes, transformando as nossas praias em verdadeiros berçários. Os filhotes nascem com cerca de 4 a 5 metros de comprimento, chegando a pesar de 5 a 6 toneladas. O rico leite materno é suficiente para alimentar o filhote que chega a mamar até 200 litros por dia, garantindo que ele consiga, juntamente com sua mãe, chegar em águas antárticas.

Deputadas reafirmam necessidade de ampliar investimentos em educação

As deputadas Manuela d'Ávila (PCdoB-RS) e Erika Kokay (PT-DF) defenderam o aumento do investimento em educação de 5% para 10% do Produto Interno Bruto (PIB) até 2020. A proposta contraria o projeto do governo em tramitação na Câmara que garante apenas um reajuste até 7% do PIB para o setor ao longo do período (Plano Nacional de Educação – PL 8035/10).

Segundo Erika Kokay, o investimento na área vai permitir a estruturação necessária para o desenvolvimento do País. Manuela d'Ávila concordou. “São esses recursos que vão fazer o País mudar no longo prazo”, disse.

As deputadas participaram de debate promovido pela Comissão de Direitos Humanos e pela União Nacional dos Estudantes (UNE) sobre o tema.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

10% do PIB para a educação

Deputados, estudantes e especialistas defenderam hoje a aplicação de pelo menos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação no País. Hoje, são investidos na área o equivalente a cerca de 5% do PIB. Um projeto do governo que tramita na Câmara (Plano Nacional de Educação – PL 8035/10) prevê o aumento dessas verbas para 7% até 2020.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Abertas inscrições para apresentações artísticas na 10ª Sepex

Estão abertas até 7 de setembro as inscrições para as apresentações de projetos e talentos artístico-culturais da UFSC para a 10ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão — o principal evento de divulgação científica de Santa Catarina. A Sepex será realizada de 19 a 22 de outubro, no campus da UFSC no bairro Trindade, em Florianópolis. O evento integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

Como tem acontecido nos outros anos, o Departamento Artístico Cultural da UFSC está envolvido na coordenação da programação artístico-cultural da Sepex. O convite é direcionado a todos os coordenadores de projetos institucionais, para que inscrevam atividades artísticas que serão apresentadas no palco da 10ª Sepex. O palco será montado no pavilhão de lona do evento, em frente à Reitoria.

Como na última edição do evento, além das apresentações de projetos da UFSC, ou de artistas e grupos da comunidade em geral que estejam envolvidos em trabalhos da UFSC, também poderão se apresentar pessoas da comunidade universitária – alunos, professores e funcionários técnico-administrativos -, que desenvolvem atividades artísticas compatíveis com a possibilidade de apresentação sob a forma de show no palco do evento.

Orientações para inscrição: Os interessados devem fazer o pedido de inscrição pelo e-mail sepexartistico@reitoria.ufsc.br, encaminhando:

1) uma breve descrição do que pretendem apresentar, e que deverá ser compatível com o palco do evento (sob a lona), ou com o seu entorno;

2) um breve currículo do projeto e do coordenador responsável pela ação;

3) uma foto digitalizada para divulgar a atividade, com boa qualidade estética e boa resolução;

4) e-mail e telefone para contato;

5) mencionar os possíveis dias e períodos disponíveis para a apresentação;6) mencionar o tipo de equipamento necessário, como toca CD, microfone etc.

Além do palco sob a lona, a UFSC disponibilizará um equipamento básico de som aos participantes. As apresentações artísticas na Sepex deverão acontecer de manhã, à tarde e no começo da noite, menos no sábado, quando o evento terminará à tarde.

Oportunamente o DAC entrará em contato para selecionar as atividades e montar a grade de programação.

Serviço:

O QUÊ: Inscrições de apresentações artístico-culturais da UFSC para o palco da 10ª Sepex, que ocorrerá de 19 a 22 de outubro.

QUANDO: Inscrições até 7 de setembro

ONDE: pelo e-mail sepexartistico@reitoria.ufsc.br

Saiba mais sobre a 10ª Sepex no site www.sepex.ufsc.br

Fonte [CW] DAC: SeCArte: UFSC

Roberto Alves e Miguel Livramento

Esse futebol faz coisas…

Frente discute os desafios da educação nos próximos dez anos

Segundo a Agência Câmara a Frente Parlamentar Mista da Educação ouvirá nesta quarta-feira (10) o educador Mozart Neves Ramos, autor dos livros "Educação Sustentável" e “A Urgência da Educação”. Ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco e ex-secretário da Educação daquele estado, Ramos fará uma palestra sobre o tema “Desafios e Futuro da Educação no Brasil: a Próxima Década”.

A frente está acompanhando a tramitação na Câmara do Plano Nacional de Educação (PNE - PL 8035/10), que traz as diretrizes para educação para os próximos dez anos, e deve realizar no fim do ano um seminário internacional para debater a educação nos países em desenvolvimento.

A reunião será realizada às 9 horas, no Plenário 12. Você pode acompanhar a TV Câmara pelo Link http://www.santiago.pro.br/multimidia/video/tv_camara.htm

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Hoje é domingo, pé de cachimbo…

Para começar bem este domingo, deixo uma bela imagem da praia da Armação em Florianópolis que foi tirada neste sábado (06/08/2011).

006 copy
Não é necessário falar nada, a imagem fala por si só. Ontem o sábado estava lindo, poucas nuvens no céu, uma temperatura agradável e muitas crianças na rua brincando como deve ser, sempre.


012 copy
Pelo que posso ver da janela do meu quarto, hoje o dia também seguirá o mesmo ritmo, basta saber se as crianças terão ainda pique para continuar as brincadeiras.

Comissão rejeita incentivo à compra de notebook por universitário

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática rejeitou a criação do Projeto Computador Portátil, para que alunos de graduação e pós-graduação possam adquirir notebooks a R$ 1 mil.

De acordo com o projeto, cada aluno, da rede pública ou privada, poderia comprar apenas um computador. O valor deveria cobrir o custo do equipamento, dos programas nele instalados e do suporte técnico.

O relator da proposta na Comissão de Ciência e Tecnologia, Pastor Eurico, recomendou a rejeição. Ele elogiou a iniciativa, mas lembrou que todos os brasileiros já são beneficiadas pelo Programa de Inclusão Digital, previsto na Lei 11.196/05 e no Decreto 5.542/05. A norma reduz a zero as alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins incidentes sobre a receita bruta de venda a varejo de alguns equipamentos eletrônicos.

Fonte: 'Agência Câmara de Notícias'

Aulas no CFH da UFSC são adiadas

Nota de Esclarecimento do Conselho de Unidade do CFH

1. O Conselho de Unidade do CFH, em reunião realizada nesta quarta-feira, dia 03/08/2011, deliberou por unanimidade pelo adiamento do início das aulas do próximo semestre, por avaliar que não há condições mínimas administrativas para assegurar, com responsabilidade, o início das aulas. Para tomada dessa decisão foram apontadas as seguintes questões:

  • Desde 09/06/2011 que o Conselho de Unidade do CFH manifesta sua preocupação com a situação em relação à continuidade das atividades acadêmicas e à falta de condições de permanência dos estudantes na UFSC, ocasionada pelo fechamento do Restaurante Universitário, da Biblioteca Central, do LABUFSC e das Secretarias dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação. Apesar destas dificuldades, deliberamos que as atividades do semestre 2011.1 deveriam ser concluídas, mas, caso o movimento legítimo dos técnicos-administrativos continuasse, seria realizada uma nova avaliação sobre a situação;
  • A Direção do CFH e o Conselho de Unidade informaram à Reitoria, em reuniões nos dias 22/06, 27/06 e 25/07 sobre a precariedade da situação e preocupações com o início do próximo semestre. Cabe ressaltar que, na reunião do dia 25/07, fomos informados que, na primeira semana de agosto, a situação seria avaliada pela administração central;
  • Até 03/08/2011, não houve qualquer comunicado oficial sobre quais encaminhamentos institucionais em relação à falta de condições administrativas e de infra-estrutura para o reinício das atividades de ensino, entre elas: a falta de condições de permanência dos estudantes na UFSC; os prejuízos graves a qualidade de ensino; a falta de condições de manutenção da infra-estrutura sanitária pelo fornecimento insuficiente de materiais de limpeza e de consumo; a continuidade do fechamento da maioria do setores responsáveis pelas atividades administrativas da Graduação e da Pós-Graduação, agravado pela permanência do fechamento do LABUFSC, RU e BU Central e Setorial.
  • Impossibilidade de oferecer informações específicas e atendimento geral aos estudantes, sem orientação e procedimentos administrativos adequados.

2. Assim, no dia 08/08, segunda-feira, às 14h, no auditório do CFH, será realizada uma reunião deliberativa do Conselho de Unidade do CFH, aberta à comunidade, para avaliar novamente a situação e as possibilidades de início do semestre na semana de 15/08. Ainda na segunda-feira, durante todo o dia, será feita uma comissão de recepção aos estudantes pelos Coordenadores de Graduação, Pós-Graduação e Chefes de Departamento para esclarecer a comunidade sobre a situação.
3. O Conselho de Unidade esclarece que realizará avaliações contínuas e permanentes, que serão informadas na página www.cfh.ufsc.br.

Originalmente publicado em www.cfh.ufsc.br

A saúde em 2021

892iasjyhf4fUm dos grandes desafios a ser enfrentado pelo setor de saúde no Brasil em 2021 será o crescimento no número de idosos com o consequente aumento que se pode esperar nos quadros gerais de diversas doenças. Para lidar com esse cenário, a economia brasileira deverá estar preparada.

A constatação foi feita por especialistas de diversas áreas durante o Fórum Internacional Saúde em 2021, realizado nos dias 2 e 3 de agosto, em São Paulo, pela Associação Paulista pelo Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

Dividido em seis módulos, “Brasil no mundo em 2021”, “O sistema de saúde brasileiro em 2021”, “Profissionais da saúde em 2021”, “Informação, comunicação e saúde”, “Ética na saúde” e “Mercado e complexo industrial da saúde em 2021”, o evento teve por objetivo identificar prováveis cenários do setor, assim como debater possíveis estratégias para a próxima década.

“O envelhecimento é inevitável e essa geração de idosos já nasceu”, disse Rubens Ricupero, diretor da Faculdade de Economia da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em palestra no fórum.

Ricupero citou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para destacar o envelhecimento populacional no país. Em 2001, 14,5 milhões de brasileiros (ou 9,1% do total) tinham acima de 60 anos. Em 2009, já eram 21,6 milhões (11,3%). Em 2025, a estimativa é que os idosos serão mais de 30 milhões (ou 15% do total). “Isso promoverá um grande impacto na economia do país”, disse.

De acordo com Maurício Lima Barreto, professor titular do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA), problemas como diabetes e obesidade se tornarão ainda mais crônicos nas próximas décadas e, junto a novas doenças, poderão levar a um “estresse” no sistema de saúde brasileiro. “Temos de resolver os velhos problemas para podermos lidar com os novos no futuro”, ressaltou.

Para isso, o Brasil terá de investir ainda mais em ciência, tecnologia e inovação no setor. Isso tem ocorrido no Estado de São Paulo, por exemplo, em que a área de saúde é a maior destinatária dos recursos destinados pela FAPESP ao apoio à pesquisa.

“Em 2010, a FAPESP investiu R$ 215,3 milhões em pesquisas na área de saúde, o que representa 27,61% do total investido pela Fundação”, destacou Celso Lafer, presidente da FAPESP, no Fórum Internacional Saúde em 2021.

O desembolso da FAPESP com a Linha Regular – que compreende todas as modalidades de Bolsas e de Auxílios Regulares, excluindo as bolsas e os auxílios concedidos no âmbito dos Programas Especiais e dos Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica – totalizou R$ 595,91 milhões em 2010, correspondendo a 76,4% de todo o valor gasto pela Fundação. A área do conhecimento que recebeu maior volume de recursos dentro da Linha Regular foi saúde, com R$ 186,81 milhões (31,35%).

Glaucius Oliva, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e coordenador do Centro de Biotecnologia Molecular Estrutural, um dos Centros de Pesquisa Inovação e Difusão (CEPIDs) da FAPESP, reforçou essa necessidade de investimentos no setor de saúde.

Segundo ele, o país também precisa superar a pequena presença de doutores no setor industrial. “Em 2008, 80% dos doutores atuavam em educação. Isso, dois anos após o doutoramento. O restante estava na administração pública e menos de 1% atuava com pesquisas em empresas”, ressaltou.

Para que a pesquisa avance para além do universo acadêmico, Oliva destacou a necessidade de internacionalizar ainda mais a ciência brasileira, assim como avanços na multi, inter e transdisciplinaridade. “O maior desafio é traduzir o conhecimento científico para a sociedade. E, para isso, precisamos de mais doutores nas empresas”, disse.

Mais informações: www.spdm.org.br/site/forum

Originalmente publicado pela AGÊNCIA FAPESP
Por Mônica Pileggi -
Agência FAPESP

Atingidos pelas desapropriações no 5º Distrito de São João da Barra.RJ

Espaço marcado pelas mãos dos trabalhadores, que com muito suor dedicaram suas vidas a cuidar do campo é retirado sem dor. Produtores rurais do 5º Distrito de São João da Barra não tiveram tempo de contar suas histórias, só tempo para retirar seus pertences e deixar suas lembranças para trás. Suas terras desapropriadas serão utilizadas para a construção de estaleiros do Porto do Açu, com investimentos avaliados em mais de um bilhão de dólares, valor que não paga uma história de vida. Ana Paula Medeiros.

Este webdoc se destina ao registro do que têm a dizer os atingidos pelas desapropriações no 5º Distrito de São Jõa da Barra.RJ.

Foi produzido por alunos do UNIFLU/FAFIC com a supervisão do professor da disciplina Narrativas e Linguagens Jornalísticas, Vitor Menezes.

As imagens contidas no webdoc estão disponíveis no YouTube e/ou foram cedidas.

Campos dos Goytacazes, julho de 2011

Fonte: Youtube

TEATRO

Atividades do Departamento Artístico Cultural (DAC) da UFSC, abertas à comunidade.

O Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, recebe o espetáculo ?Tudo Quase Nada?

Dias 05, 06 e 07 de agosto, (sexta e sábado às 20 horas e domingo às 19 horas).

A Cia. Pé de Vento Teatro estreia em Florianópolis o seu novo espetáculo Tudo Quase Nada, um musical cômico que, através de canções e de bom humor, conta a história de três jovens que ganham seu sustento nas ruas da cidade.

Veja esta notícia completa com foto no site

http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/08/tudo-quase-nada-musical-comico.html

Conselho do He Man

Gostei do conselho e da lembrança de quando eu só tinha que me preocupar com a guarda do castelo de Grayskull.

Google Plus

aouisdqwPara meus alunos que queiram receber um convite para o Google Plus (Google+) deixe um comentário aqui com um e-mail válido para que eu posa enviar os convites.

Secretaria da Educação será destaque na TVCOM

foto/divulgação: Bosque EBIAS

Neste Domingo, 7 de agosto, às 19h30, a Secretaria de Educação de Florianópolis será destaque na TVCOM (Canal 36 da NET). Haverá reportagens sobre dois projetos de escolas da rede. Tudo isso dentro do programa Via Santa Catarina. Terá reapresentações na terças-feira, às 23h; sexta-feira, às 23h30; e no sábado, às 14h30 .

Um dos projetos que será apresentado é o do Bosque da Escola Básica Intendente Aricomedes da Silva (EBIAS), no bairro Cachoeira do Bom Jesus, Norte da Ilha. Neste espaço foram construídos módulos em madeira autoclavada ( de alta durabilidade), incluindo decks e sala verde, para visitação e desenvolvimento de atividades pedagógicas voltadas à natureza.

Outro iniciativa, que será assunto do Via Santa Catarina, é o Guardiões da Energia, da Escola Básica João Gonçalves Pinheiro, no Rio Tavares, região sul. O objetivo do projeto é conscientizar os estudantes da importância de um planeta sustentável através da economia de energia elétrica. Há o monitoramento das contas de luz das famílias dos alunos e em empenho para poupar a energia da escola. É debatido maneiras de economizar energia com pequenos gestos, como apagar as luzes e aparelhos elétricos quando não estiverem sendo utilizados e diminuir o tempo de banho.

Originalmente publicado em PMF

Deputados aprovam crédito de R$ 74 milhões para recuperação de escolas

02/08/2011 - O Plenário da Câmara aprovou há pouco a Medida Provisória 531/11, que abre crédito extraordinário de R$ 74 milhões em favor do Ministério da Educação (MEC), destinados à recuperação da rede física de escolas públicas afetadas por desastres naturais ocorridos em diversas localidades do País, como a enchente que atingiu os municípios da região serrana do Rio de Janeiro, em janeiro deste ano.

A matéria recebeu parecer favorável do relator, deputado Wilson Filho (PMDB-PB). De acordo com o Siafi, os recursos já foram integralmente repassados para os estados e municípios.

O texto segue agora para o Senado. Como a MP era a única matéria da pauta do Plenário, a Ordem do Dia foi encerrada.

Votação
Amanhã deverá ser analisada a MP 530/11, que autoriza a União a fazer repasses diretos para a recuperação de escolas públicas estaduais, distritais e municipais afetadas por desastres naturais. Hoje esses repasses costumam ser feitos por meio de convênios. A mudança de regime jurídico torna a transferência mais rápida.

A MP 530 complementa a MP 531, que definiu o repasse de R$ 74 milhões. Ou seja, a primeira cria o regime jurídico de transferências diretas, e a segunda trata do valor a ser transferido.

Fonte: 'Agência Câmara de Notícias'

Devagar, lombada

Hoje (02/08) uma situação inusitada na Avenida Baldicero Filomeno no Ribeirão da Ilha em Florianópolis. Nesta avenida, recentemente asfaltada (e já com buracos e remendos na pista) me chamou a atenção a sinalização, ou deveria dizer a falta dela?

Num pequeno trecho é possível ver lombada sem placa de sinalização e placa de sinalização de lombada, sem lombada.

Seria engraçado se não fosse perigoso para quem dirige e usa aquela via.

001 copya003 copyb

EUA: 15 milhões faliram em 4 anos

As famílias dos Estados Unidos perderam 28% de sua riqueza durante a crise econômica, sendo que um terço delas tiveram suas economias totalmente dizimadas. E a diferença dos níveis de riqueza entre brancos e negros e hispânicos aumentou. Essas são as conclusões de uma pesquisa realizada pelo instituto de pesquisa Pew Research Center, divulgada pelo site World Socialist.

O levantamento leva em conta estimativas realizadas entre 2005 e 2009 e aponta para um empobrecimento geral de todos os setores da população. O percentual de domicílios americanos que têm mais dívidas do que ganhos cresceu de 15% em 2005 para 20% quatro anos depois – ou seja, por volta de 15 milhões de pessoas quebraram nos Estados Unidos neste período.

Em 2009, após o ajuste para a inflação realizado pelo governo, a riqueza média dos domicílios norte-americanos caiu de 98.894 dólares em 2005 para 70 mil dólares em 2009. A queda abrupta é relacionada sobretudo com a desvalorização imobiliária do país.

Desigualdade social avança

Enquanto isso, a riqueza das famílias mais abastadas cresceu de 49% em 2005 para 56% no mesmo período. Este número indica que as minorias raciais, normalmente com menos poder aquisitivo, foram as mais prejudicadas. O patrimônio líquido das famílias hispânicas caiu em um escalonamento de 66%, a partir de 12.124 dólares em 2005 para 5.677 dólares em 2009. O das famílias negras caiu 53%.

O nível de desigualdade entre brancos, negros e hispânicos está agora no nível mais alto em 25 anos. A diferenciação racial é em parte atribuível à geografia. Enquanto os brancos viram os valores de suas próprias casas cairem em 18% e negros em 23%, os valores das casas dos hispânicos caiu em mais da metade.

Como era de se esperar, a queda na riqueza teve um efeito negativamente transformador na sociedade americana, contribuindo para os milhões de execuções hipotecárias e falências pessoais. Segundo dados da Realtytrac.com, havia 10 milhões de execuções hipotecárias entre 2005 e 2009, os anos abrangidos pela pesquisa.

Originalmente publicado em Carta Capital

Volta às aulas

saladeaulaHoje (01/08) professores e alunos da rede municipal de ensino de Florianópolis retomam os trabalhos depois de 15 dias de merecidas férias.

Você pode conferir o calendário escolar para o último semestre do ano clicando aqui.


Um fraterno abraço e bom retorno para todos.

Postagens mais visitadas