Comprar um chuveiro elétrico esquenta a cabeça

O que mais vão inventar para que o consumo seja garantido?

Recentemente precisei trocar o chuveiro de casa, o meu velho amigo de quase dez anos de uso queimou e a maior surpresa foi perceber que não se faz mais chuveiros como antigamente, mas não se faz mesmo!

Hoje, no famigerado mercado, existe de tudo. Chuveiro Turbo, System, Blindado, os de multitemperaturas, ufa! Quantas opções para no fim, oferecerem a mesma coisa: água caindo de um monte de buraquinhos para que outros possíveis buraquinhos sujos sejam limpos.

Comprar um chuveiro elétrico hoje, esquenta mesmo é a cabeça. Acabou a possibilidade de ir a qualquer supermercado de esquina e comprar o velho chuveiro elétrico, sem se preocupar se íamos ou não ter o “banho que você e sua família merecem”. As ofertas de modelos e marcas aumentaram assim como os preços.

Depois de uma breve pesquisa, tive a constatação de que tomar uma “bela chuveirada”, seja no inverno ou no verão, agora é coisa para especialista. Não me assustaria, ou melhor, me assustaria sim, se já não existir o consultor chuveirista – aquele “profissional” que irá te orientar para a melhor opção de chuveiro de acordo, é claro, com o seu perfil empreendedor (que horror!). Melhor eu parar por aqui para não dar ideia aos aproveitadores de plantão que ficam inventando falsas necessidades para o cotidiano das pessoas.

Bom, uma coisa é certa, nesse inverno com temperaturas na casa dos dez graus é preciso encarar a realidade: como faz falta meu velho e guerreiro chuveiro elétrico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!
Aproveite e visite o site www.geografiaescolar.com.br

Postagens mais visitadas